Tamanho da fonte: -A+A

Totvs, Biosalc e Nexo CS serão as três representantes da vertical brasileira de Agronegócios do Projeto Brazil IT (PSI-SW) a participarem da missão comercial organizada pela Softex/Apex-Brasil ao México.

Representantes das companhias participam desta quinta-feira, 04, até a próxima quinta, 11, da Feira do ISSCT, maior evento sucroalcooleiro do mundo promovido pela International Society of Sugar Cane Technologists, além de marcarem presença em seminários, workshops e rodadas de negócios na Cidade do México e em Veracruz.

Segundo Aline Cardoso Barabinot, consultora da Softex, empresas e entidades como a Associação Mexicana da Indústria de TI (AMIT), o Consejo Nacional Agropecuário e a Câmara México-Brasil (Camebra) serão alguns dos prospects a conhecerem as soluções brasileiras para informatização do campo.

“Essa é a primeira missão da vertical Agronegócios ao México, país cujo índice de adoção da TI no campo ainda é muito baixo”, destaca ela. “Apresentaremos diversos casos de sucesso e um portfólio diversificado para a agroindústria, cobrindo desde o plantio até a colheita, passando pelas áreas de planejamento, logística, gerenciamento até segurança do trabalhador rural”, afirma.

Aline explica que em Veracruz, os empresários brasileiros irão apresentar, a partir do dia 07, uma série de palestras sobre suas soluções, em um esforço para fortalecer a imagem da TI brasileira no agronegócio internacional.

Já na Feira do ISSCT, a meta é também reforçar a ideia de trazer o evento para o Brasil.

“O país é candidato a sediar a próxima edição do evento”, finaliza ela.

As empresas
A Biosalc é especializada em sistemas para agroindústria, atendendo a mais de 150 clientes, entre eles grupos sucroalcooleiros e produtores de sementes, grãos, frutas, hortaliças, palma, eucalipito, entre outras culturas.

A empresa se define como “o maior exportador de soluções em TI voltada ao agronegócio para América do Sul”, mantendo presença no Brasil, Colômbia, Peru, Venezuela, Chile, México, Bolívia e Equador.

Sediada em Ribeirão Preto, a companhia mantém uma equipe de mais de 50 colaboradores, entre analistas, programadores e consultores no negócio agroindustrial.

Já a Nexo CS tem unidades em São Paulo e no Rio de Janeiro e, segundo dados próprios, atende a 10% das 500 maiores empresas do Brasil, em áreas como governo, siderurgia, alimentação, industrial, química, telefonia, farmacêutica, papel e celulose e financeira, entre outras.

A carteira de atendidos da empresa conta com nomes como Motorola, Phillip Morris, BNDES e Justiça Federal.

A Totvs, por sua vez, fornece soluções por meio de quatro divisões de negócio – software, tecnologia, consultoria e serviços de valor agregado (infraestrutura, BPO, educação e service desk) -, atuando em 11 segmentos.
 
A companhia possui, atualmente, 23,7 mil clientes ativos, mantendo presença em 23 países.