A Software AG, especializada em soluções focadas em Excelência de Processos de Negócios (BPE), está atrás de um brasileiro para assumir a presidência local.

Recentemente, a empresa promoveu Anthony Foley ao cargo de executivo chefe para toda a região da América Latina. Desde janeiro, ele comandava as operações no Brasil e na Argentina.

Com a saída de Foley, tudo continua igual.

Apesar das mudanças, a estrutura organizacional da Software AG no Brasil permanece inalterada, com Valério Regente, vice-presidente comercial; Renato Xavier, diretor comercial; e  Milton Cruz, diretor comercial da unidade de BPE.

Ou seja, ninguém foi promovido internamente – ao menos do alto escalão da empresa.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o executivo-chefe da Software AG, Karl-Heinz Streibich, deixou claro que o próximo chefe das operações por aqui virá do próprio mercado alvo.

“Estamos procurando um executivo brasileiro para liderar a operação no país. O Brasil é um dos líderes da nossa expansão e hoje está entre os cinco principais mercados da Software AG”, disse Streibich.

A escolha, afirma ao Valor, pode tanto recair sobre um profissional do mercado como um executivo do quadro interno da companhia no país.

De 2003 a 2010, revela o jornal, o Brasil alcançou uma participação de 6% do faturamento total da Software AG, índice superior à grande parte das operações locais das empresas de tecnologia.

Em média, o mercado brasileiro responde por cerca de 1% a 2% das receitas globais das companhias do segmento. Seguindo esse ritmo, a expectativa de crescimento no país para este ano é de 15% a 20%, diz Streibich.

Foley focado em BPE
Promovido em parte pelo sucesso da empresa no Brasil, Foley terá como desafio ampliar as oportunidades relacionadas à Excelência de Processos de Negócios (BPE) no novo cargo.

O cenário deve ajudar, opina o executivo.

“O mercado de TI da AL está aquecido e temos um leque de oportunidades, principalmente em finanças e supply chain. A perspectiva é que as operações continuem crescendo expressivamente”, diz Foley.

Formado em economia e ciências políticas pela Universidade de Sheffield, Foley possui mais de 15 anos de experiência em TI. Antes de assumir a presidência da Software AG para Brasil e Argentina, o executivo atuou em empresas como a Quest e a CA.

A Software AG encerrou o período fiscal de 2010 com faturamento de € 1,1 bilhão e possui mais de 5.600 funcionários e 10 mil clientes em mais de 70 países.

Leia a matéria completa do Valor Econômico nos links relacionados abaixo.