A UFSC lançou nessa terça-feira, 04, o primeiro software livre desenvolvido na universidade, o Célula, uma ferramenta de criação de conteúdo interativo para TV Digital.

Segundo a universidade, o aplicativo tem funcionalidades similares a produtos do mercado como Adobe Premiere, e permite também a aplicação de interatividade sobre vídeos prontos.

Com o software, que disponibiliza para edição uma linha temporal e recursos capazes de incluir e modificar imagens, textos e outras aplicações interativas, é possível programar condições que serão posteriormente acionadas pelo telespectador para abrir ou acessar cada opção.

Desenvolvido pelo Instituto Nacional para Convergência Digital (INCoD), o Célula teve sua primeira versão, já funcional, pronta no fim de 2010, embora o protótipo tenha sido pensado no ano de 2009.

Agora, o código-fonte está sendo totalmente reestruturado.

A segunda versão, além de permitir a produção de conteúdo interativo para outras plataformas além da TV digital, como web, por exemplo, também poderá ser usada na educação a distância.

O código-fonte do Célula só deve ser liberado após sua completa reestruturação. Por enquanto, ele será lançado como uma ferramenta de uso livre.