Tamanho da fonte: -A+A

Com um ano e dois meses de lançamento, o Windows 7 já tem mais mercado que o Vista em toda a sua história, mas ainda segue assombrado por um sistema operacional quase uma década mais velho: o Windows XP.

Em dezembro, segundo a Net Applications, a última versão do SO da Microsoft chegou aos 20,9% de market share, 1,2 ponto percentual frente ao mês anterior – algo que o antecessor nunca fez.

Apesar do avanço do Windows 7, o XP, que completou nove anos de mercado em outubro de 2010, segue o líder, com 56,72% de mercado.

Sinais de queda
Mesmo mantendo sua presença, Vista e XP seguem encolhendo.

O Vista caiu meio ponto, ficando em 12,1% - sua participação mais baixa desde julho de 2008. O pico do Vista foi de 18,8%, mês em que a Microsoft lançou o Windows 7.

A fatia de mercado do XP caiu 3,3 pontos porcentuais no quarto trimestre de 2010. Em comparação, o velho sistema operacional havia perdido 2,4 pontos no terceiro trimestre e apenas 2 pontos no segundo trimestre.

Segundo o IDG Now, a Microsoft tem pedido aos usuários do XP que larguem o sistema para adotar o Windows 7.

O pedido tem funcionado. Pesquisa de outubro feita pela Dimensional Research aponta que mais de um terço das empresas já implementaram uma migração parcial para o Windows 7, ao passo que uma em cada 17 empresas migraram todas suas máquinas para o novo sistema.

Vida longa
Mesmo assim, dados da Net Applications indicam que, se o Windows XP continuar a perder fatia de mercado ao ritmo médio dos últimos três meses, ele não cairá para menos de 50% antes do terceiro trimestre de 2011.

A previsão é de que o sistema ainda responda por 12,6% de todos os sistemas em uso no segundo trimestre de 2014, quando está previsto o fim de seu suporte.

No geral, a fatia de uso do Windows caiu meio ponto, para 90,3%. Em 2010, essa participação caiu 2 pontos.

Leia a matéria do IDG Now nos links relacionados abaixo.