A Embarcadero Technologies, fornecedora de ferramentas de bancos de dados multiplataforma e software para desenvolvedores, lança as edições Starter do C++Builder e do Delphi, seus frameworks de desenvolvimento rápido de aplicativos (RAD).

As novas versões são voltadas a desenvolvedores independentes, estudantes e microempresas, já que, segundo divulgado pela companhia, oferecem custo baixo - embora os preços exatos não tenham sido divulgados - e facilidade de operação.

Tanto na versão Starter quanto na C++Builder Starter, a novidade da Embarcadero traz componentes de IDE, incluindo um compilador de código nativo de 32 bits, depurador e uma biblioteca de componentes visuais (VCL) com desenvolvimento visual do tipo arrastar-e-soltar para construção rápida de aplicativos para Windows 7, Vista, XP e 2000.

A versão introdutória também oferece componentes para a criação de interfaces de usuário, recursos de toque, grades, faixas de opções no estilo do Office e outros controles do Windows.

Mais de 120 protocolos e padrões de internet e IDE Insight complementam os recursos presentes nestas novas versões, que estão disponíveis em inglês, francês, alemão e japonês.

Conforme David Intersimone, vice-presidente de Relacionamento com Desenvolvedores da Embarcadero, os usuários das edições Starter do C++Builder e Delphi podem ter até cinco licenças rodando simultaneamente em sua rede.

“Eles podem vender quaisquer aplicativos ou componentes desenvolvidos com essas ferramentas até que a licença anual ou os lucros com os serviços oferecidos ultrapassem US$ 1 mil ou até que sua microempresa obtenha um rendimento geral de pelo menos US$ 1 mil”, detalha o executivo.

Assim que este limite comercial for excedido, ou quando os usuários desejarem uma conectividade avançada de banco de dados ou desenvolvimento multicamadas, deverão atualizar as licenças para as edições Delphi ou C++Builder Professional, Enterprise ou Architect, explica Intersimone.