A TCI BPO faturou R$ 224 milhões em 2010, com Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 63 milhões, alta de 11% sobre 2009.

Para este ano, a companhia projeta uma receita de R$ 300 milhões.

No ano passado, a TCI BPO também se expandiu fisicamente: a empresa abriu cinco novas filiais, em Minas Gerais, Maranhão, Rio Grande do Norte, Ceará e Alagoas.

Além disso, por meio da aquisição da RH Build Up, focada em serviços de gestão de RH, entrou no mercado de HRO.

Só esta compra agregou à carteira de clientes da companhia 80 novos nomes.

Além destes, a TCI BPO conquistou 23 novas contas ao longo de 2010. Com isso, o número de ativos passa dos 300 em todo o país.

No ano que passou, a companhia expandiu, ainda, sua atuação para segmentos como educação, construção civil, judiciário e e-commerce.

Também aumentou a demanda de BPO da empresa no segmento de recursos naturais - óleo e gás, mineração, energia e bicombustível.

A área é, agora, a principal aposta da empresa para alcançar o crescimento projetado para 2011.

Internacionalização
Para expandir a atuação no exterior, a TCI BPO também firmou, em 2010, um acordo com a consultoria indiana The Jai Group.

Pela aliança, a empresa irá exportar know how em soluções para áreas como finanças e telecomunicações, enquanto a parceira asiática irá contribuir com soluções para setores como saúde e diversas verticais de indústria.

No Brasil
Empregando quatro mil funcionários, a TCI BPO possui 33 unidades operacionais no Brasil, em São Paulo, Porto Alegre, Ivoti, Campina Grande do Sul, Fortaleza, Paulista-PE, Vicunha–PE, Jaboatão dos Guararapes, Contagem, Maceió, Rio de Janeiro, Brasília, Aparecida de Goiânia e Pojuca.