Edson Silva

A Nexxera, empresa de Florianópolis especializada em soluções e serviços de TI para o setor financeiro, firmou uma aliança estratégica com a Polocred, que oferece crédito a microempreendedores.

Pelo acordo, a meta é agilizar a aprovação de crédito para as PMEs junto às instituições bancárias, por meio da tecnologia da Nexxera.

Na prática, através do módulo de controle de gestão disponibilizado pelo AEN (Ambiente Eletrônico de Negócios), carro-chefe do portfólio da companhia catarinense, todos os dados do empresário que solicita o crédito ao banco passará por uma espécie de pré-aprovação pelo software financeiro.

“Isso garantirá agilidade ao crédito, que será realizado automaticamente pela Polocred”, explica Edson Silva, presidente da Nexxera, que conta com a nova parceria para fomentar a projeção de crescimento estipulada para 2010 - pelo menos 35% sobre a receita de R$ 28 milhões obtida em 2009.

Com esta aliança, as duas companhias têm como objetivo massificar o acesso ao crédito no estado de Santa Catarina, segundo o diretor da Polocred, Marcelo Rocha.

“Com a tecnologia da Nexxera, adquirimos capilaridade, ampliando o escopo de atuação, e garantimos uma parceria focada em um mercado aquecido”, aposta o executivo.

PMEs, sim. Mas também exterior, Sul, Sudeste...
A Nexxera oferece soluções focadas em gestão estratégica para o mercado financeiro, com base no modelo SaaS.

Além da sede em Florianópolis, a empresa mantém filiais nas principais capitais brasileiras e exporta serviços e know how para diversos países, contando com duas subsidiárias internacionais, na Colômbia e nos EUA.

As unidades fazem parte de um plano da companhia catarinense para ampliar seus negócios no exterior dos atuais 8% de participação no total para pelo menos 10% em 2011.

Hoje, dos 350 mil clientes que a empresa atende, menos de 500 são do exterior.

Para aumentar esta carteira, a Nexxera criou um plano de internacionalização que envolve investimento de R$ 6,5 milhões, incluindo a abertura das subsidiárias da Colômbia e EUA, além da entrada, nos próximos dois anos, em um total de oito países da América Latina e Central.

A atuação em outros 30 mercados, com foco em soluções de análise de risco de crédito para o setor bancário, também está prevista.

Seguir se fortalecendo dentro do país também faz parte dos planos da empresa. Segundo Silva, a expansão, principalmente da atuação comercial, está no foco este ano, com prioridade para o Sudeste.

“Hoje, temos 26 colaboradores na regional de São Paulo, 14 deles no segmento comercial. Queremos ampliar esta equipe em 50% a 60%”, afirmou o presidente em entrevista recente ao Baguete.

O Sul é outro foco. A companhia, que já atuava por meio da matriz e parceiros na região, acaba de contratar novos consultores de vendas para Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em breve, outro profissional será admitido para atender ao Paraná.