Tamanho da fonte: -A+A

A Neoris fechou contrato para implantação do ERP SAP no Frigorífico Minerva, de Barretos.

A empresa, especializada na venda de carne bovina, couro e exportação de boi vivo, vai adotar a solução não só nas unidades brasileiras: ao todo, o projeto compreende oito complexos industriais e sete centros de distribuição, além da subsidiária Friasa, localizada em Assunção, Paraguai.

Conforme Frederico Vilar, presidente da Neoris Brasil, a primeira fase do projeto tem duração de oito meses e já começou, com a implementando de diversos módulos do SAP ECC 6: FI (contabilidade financeira), CO (controladoria), MM (gestão de materiais), PM (gestão da manutenção), QM (gestão de qualidade) e PS/IM (gerenciamento de projetos).

Já na área de planejamento de orçamento, estão sendo implantadas soluções específicas envolvendo BI Integrated Planning (BI/IP), Business Consolidation (BCS) e SAP BO.

O projeto envolve 16 consultores da Neoris e 12 key users do Minerva.

Após a implantação do sistema, que deve entrar em produção em janeiro de 2011, cerca de 250 funcionários do grupo passarão a utilizar o SAP ECC 6 diariamente.

“A implementação do SAP irá contribuir para integração dos nossos pólos industriais e aumentar a sinergia entre nossos departamentos. Esses fatores reduzirão custos e aumentarão nossa competitividade", afirma Fernando Galletti de Queiroz, CEO do Minerva.

Especializada em nearshore, a Neoris é a maior empresa de consultoria em TI e integração de sistemas no México e a segunda na América Latina, segundo dados da IDC.

A companhia oferece serviços de integração de sistemas, desenvolvimento de aplicações customizadas, consultoria em TI e soluções de colocação em funcionamento e de suporte de software.

Com sede em Miami, a Neoris também mantém operações em outras cidades dos Estados Unidos, Europa, América Latina, África e Oriente Médio.

No Brasil, a empresa mantém um centro de competência de onde atende a todos os países da região, com projetos de integração, portais, NF-e, xMII, BI e SCM.

No país, a carteira de clientes traz nomes como Aços Villares, Embraer, Sadia, Souza Cruz, e Petrobras, entre outros.