A Seprol, empresa de matriz catarinense com sede em Porto Alegre, acaba de se tornar Oracle Gold Partner na região Sul.

Com a parceria, a companhia projeta incrementar em 15% os negócios relacionados a projetos na área de aplicativos para no primeiro ano.
 
“Hoje, temos cerca de quatro mil clientes ativos, e projetamos crescer, com a Oracle, em projetos de todos os portes”, afirma Janaína Carneiro, gerente de Marketing da Seprol.
 
Segundo ela, a aliança com a gigante norte-americana é uma das principais apostas para incrementar a estratégia de crescimento da empresa catarinense, que é de manter-se acima da taxa média do mercado nacional, estipulada em torno de 13% ao ano.
 
Acima, não: bem acima. Em 2011, por exemplo, a Seprol cresceu 42% em relação a 2010.
 
Com unidades também em São José e Blumenau, a companhia atua como VAR em gerenciamento de sistemas, segurança de informação, service desck, consultoria em redes, BI, comunicações unificadas, impressoras, computadores, servidores, storage e suprimentos.
 
A parceria com a Oracle foi anunciada durante o Oracle OpenWorld Latin America, que ocorre da terça-feira, 06, à quinta, 08, em São Paulo
 
Catarucha
O foco no mercado gaúcho tem bons motivos: no estado, a companhia tem clientes fortes em diversos segmentos, um deles, o governo, no qual um dos cases é o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), de Caxias do Sul.
 
A Seprol reestruturou o datacenter da autarquia, que processa mensalmente uma média de 150 mil contas de água para uma população de aproximadamente 450 mil habitantes, empregando 350 colaboradores distribuídos por prédios administrativos, escritórios de serviços, estações de tratamento e depósitos.
 
Antes do contrato, o Samae contava somente com servidores de torre, cada um com seus serviços e dispositivos de armazenagem, estrutura que engessava as atividades e demandava muita manutenção, devido à vulnerabilidade a falhas.
 
Com a reestruturação, passou a contar com um ambiente Blade System, de 45 servidores (entre físicos e virtuais), um Storage EVA 4100, ambiente Fibre-Channel e um robô para backup, racks HP, licenciamento de software vinculado às soluções e serviço de manutenção.
 
“Hoje, temos a segurança de um ambiente robusto, altamente tolerante a falhas, que
reduziram o tempo de parada dos serviços essenciais à população”, destaca Gabriel Moretto Ribeiro, diretor de TI do Samae.
 
Além de economia com manutenção, espaço físico, refrigeração, energia elétrica e licenciamentos, o projeto também trouxe ao Samae aumento na disponibilidade dos serviços, já que, com os recursos disponíveis online, os servidores da autarquia podem atender 24 horas por dia.
 
Anteriormente, eram disponibilizadas 12 horas diárias.
 
A Seprol também fornece para o Samae suporte de microinformática, com mão de obra local, em Caxias do Sul.
 
A carteira de clientes da companhia catarinense também conta com nomes como Sebrae-SC, Polícia Militar-SC, entre outros.

 
Gláucia Civa cobre o Oracle Open World - Java One 2011 a convite da Oracle.