A Construtora Celi, empresa sergipana de construção civil pesada e incorporação, investiu R$ 3 milhões na implementação do SAP, realizada pela Sonda Procwork.

O software alemão vai gerir as operações da companhia em todos os estados onde atua.

“Optamos pelo SAP All-in-One pré-configurado para o segmento de engenharia e construção, produto desenvolvido pela área de Business Architecture da Sonda Procwork”, detalha Cristina Castro, gerente de TI da construtora.

Segundo ela, o software vai auxiliar não somente no atendimento à crescente demanda do mercado de construção civil, em função de programas como o Minha Casa Minha Vida e projetos de infraestrutura para a Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016, como também no cumprimento de programas da própria construtora, como o Selo de Entrega Garantida, implantado em 1999.

“Esta medida visa a registrar o dia, mês, ano e hora exata em que o empreendimento será entregue. Sob este aspecto, o uso do SAP agrega uma gestão mais eficaz das obras, assegurando que a prerrogativa protocolada por nós seja cumprida”, destaca a executiva.

Além disso, conforme Cristina, a ferramenta traz visibilidade e agilidade às informações, permitindo identificar possíveis erros ou demandas iminentes, o que torna mais assertivo o processo de tomada de decisão.

O SAP All-in-One vai atender a 100 usuários da construtora e entrará em operação em setembro próximo.

Além do ERP, a incorporadora também adotou duas soluções complementares, ambas desenvolvidas pela Sonda IT.

Trata-se do pw.FC (Fluxo de Caixa), que ampara trâmites financeiros; e do pw.GC (Gestão de Carteira), responsável por gerir os processos de recebíveis.

“Desta forma, teremos o controle total de nossas atividades”, explica Cristina.

Já Julio Petrone, diretor sênior de projetos SAP da Sonda Procwork, explica que a solução da companhia é a única versão pré-configurada homologada pela SAP no Brasil para o setor de engenharia e construção.

“A solução atende às necessidades do setor de ponta a ponta e nos coloca numa posição de destaque na área da construção civil”, finaliza Petrone.

Fundada no Chile, a Sonda está presente também na Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Costa Rica, México, Peru e Uruguai.

A companhia é, segundo dados do IDC, considerada a quarta maior corporação de TI presente na América Latina.

Ao todo, a operação soma 62 escritórios espalhados pelos nove países, empregando mais de 12 mil colaboradores, que atendem a 2,4 mil clientes, sendo 1,2 mil deles só no Brasil.

No país, a Sonda IT atua há 20 anos, com seis mil colaboradores, atualmente.

A organização opera por meio de três unidades de negócio: Sonda Procwork (serviços de TI), Sonda Telsinc e Sonda Kaizen (plataformas) e Sonda Software (aplicativos).