Softtek: AMS para ampliar contratos globais

07/06/2011 10:45

A Softtek anuncia um novo posicionamento, focado em aumentar o número de contratos globais.

A estratégia foca a oferta conjunta de outsourcing e suporte/manutenção, que hoje respondem por 50% do faturamento da empresa no Brasil.

A meta da empresa é atender aos contratos globais a partir de seu centro de operações no Brasil, de onde já presta serviços para cinco clientes globais, entre eles, a Ambev.

Tamanho da fonte: -A+A

A Softtek anuncia um novo posicionamento, focado em aumentar o número de contratos globais.

A estratégia foca a oferta conjunta de outsourcing e suporte/manutenção, que hoje respondem por 50% do faturamento da empresa no Brasil.

A meta da empresa é atender aos contratos globais a partir de seu centro de operações no Brasil, de onde já presta serviços para cinco clientes globais, entre eles, a Ambev.

Conhecida como AMS - Application Management Services, a oferta da Softtek possibilita, segundo a companhia, prestação de suporte para todas as aplicações de processos de negócio do cliente.

Com a oferta, a Softtek garante poder mensurar os níveis de serviço e qualidade por meio de indicadores, otimizando custos e aumentando a produtividade do cliente por meio da redução de chamadas para o suporte, redirecionamento dos investimentos para questões estratégicas, evolução das aplicações e gerenciamento de serviços e incidentes via relatórios gerados pela fornecedora.

"O AMS possui um relatório de SLA que permite ao cliente controlar e verificar os benefícios que a solução oferece através de indicadores de performance", afirma Alexandre Hernandes, diretor da Softtek.

Já José Gudino, outro diretor da companhia, indica como um dos diferenciais da nova estratégia a gestão de problemas e a proatividade com que são tratados os incidentes verificados nos clientes.

"Precisamos identificar sempre a causa raiz do problema e solucionar os gargalos definitivamente. Não adianta resolver o problema pontualmente e manter o círculo vicioso", explica Gudino.

Para ele, o mercado ainda não está “maduro o suficiente para ofertas de profissionalização de suporte e manutenção”, já que “grande parte das empresas não sabe mensurar o quanto gasta com este procedimento”.

Entretanto, tanto ele quanto Hernandes afirmam que a Softtek já trabalha com cláusulas de produtividade, estabelecendo em contrato o percentual de redução de custos que o cliente terá de tempo em tempo, para que ele possa visualizar os números e os benefícios conquistados.

“A previsão é de que o serviço de AMS passe a conquistar cada vez mais espaço dentro da empresa, sendo um dos focos para 2011”, destaca Hernandes. "Nossa meta para este ano é ampliar o número de contratos dedicados, com atendimento personalizado”, acrescenta.

Globalização
O portfólio de serviços da Softtek focado na conquista de novos contratos globais inclui desde consultoria de negócios até o suporte e manutenção, com soluções end-to-end.

"Queremos mostrar às multinacionais que podem otimizar o fluxo de projetos e informações com a contratação de um fornecedor único, tendo atendimento personalizado e próximo em todos os países em que estiverem presentes", explica Francisco Lara, CEO da Softtek Brasil.

Entre as verticais no foco da empresa estão o setor financeiro, com a consolidação das fusões realizadas pelos principais players; consumo e varejo, além de energia, óleo e gás.

A Softtek emprega aproximadamente seis mil colaboradores em 30 escritórios na América do Norte, América Latina, Europa e Ásia.

A empresa mantém nove centros globais de entrega, no México, China, Brasil, Argentina e Espanha, atendendo a clientes de mais de 20 países.

A companhia atua via entrega de serviços on-site, on-shore e da marca registrada Global Near Shore, modelo do qual, segundo dados próprios, é criadora e líder de indústria.

Veja também

Em 1 ano, consulting é 11% da receita da Softtek

Lançada há um ano, a divisão de Business Consulting já representa 11,4% da receita da Softek no Brasil.

Para 2011, a meta da companhia para a divisão é dobrar o resultado, apoiada em uma estratégia que prevê a segmentação de ofertas para as verticais de serviços financeiros, com a consolidação das fusões realizadas pelos principais players; varejo e energia, petróleo e gás.  

Softtek: CGO para ampliar contas globais

A Softtek, fornecedora de soluções de TI e processos de negócio, projeta incrementar seu portfólio de contas globais este ano, com foco em novos clientes latino-americanos.

Para reforçar a estratégia, a companhia acaba de criar o cargo de Chief Globalization Officer (CGO), ocupado por Beni López, que já dirigia os esforços da empresa nos EUA.

Softtek lança BI via web

A Softtek lança uma solução de Business Intelligence voltada para a área executiva que pode ser acessada por meio de um portal corporativo. A ferramenta é voltada ao uso por departamentos que trabalham com excesso de dados e planilhas, como RH, vendas, estoque, marketing, despesas e faturamento, entre outros.

A novidade permite a associação de diversos relatórios em um único dashboard, acelerando o acesso, análise e entendimento dos dados.

Softtek: seis clientes no 1S10

A Softtek agregou seis novos clientes de soluções de gestão empresarial SAP durante o primeiro semestre. Do total, cinco também adquiriam soluções para BI (BO), CRM e BPM.

Softtek quer crescer 27% em São Paulo

A Softtek fechou 2009 com faturamento de R$ 170 milhões no Brasil, sendo que 49% deste montante foi gerado pelo mercado paulista.

São Paulo respondeu por cerca de R$ 84 milhões da receita no país, com projeção de crescimento de 27% para este ano.

Softtek é melhor em outsourcing da AL, diz IAOP

A Softtek foi reconhecida como TOP 40 na edição 2010 do ranking Global Outsourcing 100, publicado pela Associação Internacional de Profissionais de Outsourcing (IAOP). A empresa foi a 40ª colocada, o melhor posto entre os concorrentes da América Latina.

Com aproximadamente seis mil colaboradores e 30 escritórios na América do Norte, América Latina, Europa e Ásia, a Softtek mantém nove centros globais de serviços, no México, Brasil, Argentina, Espanha e China.

Softtek: R$ 34 mi com suporte e manutenção

A oferta de suporte e manutenção da Softtek, fornecedora de soluções de TI e processos de negócio, já representa 20% da receita brasileira da companhia. Só com estas duas áreas, a subsidiária faturou cerca de R$ 34 milhões no ano passado.

Para este ano a empresa prevê crescer 15% com os contratos de suporte e manutenção, além de investir cerca de R$ 10 milhões neste segmento.

Softtek: Sul à toda!

A Softtek fechou 2009 com faturamento de R$ 170 milhões no Brasil. Disso, 6% veio do mercado gaúcho, que respondeu por R$ 10,2 milhões da receita. O resultado empolgou a empresa, cuja meta é crescer 20% na região este ano.

Para toda a operação nacional, a projeção de crescimento fica em 15% sobre os R$ 170 milhões faturados em 2009, quando a receita mundial foi de US$ 300 milhões.

Softtek quer 9% com Business Consulting
A Softtek anuncia a ampliação de sua oferta de Business Consulting. A estratégia é decorrente da parceria com a Ankyla, especializada em consultoria de negócios e formada por ex-executivos da PricewaterhouseCoopers e IBM, que passa a comandar esta área na companhia.

A expectativa para 2010 é que a unidade de Business Consulting represente cerca de 9% do faturamento da Softtek, alcançando mais de dez clientes. Para os próximos três anos, a estimativa é crescer 25%.
Softtek: banco de dados e ERP para Inal
A Softtek, fornecedora de soluções de TI e processos de negócio, implementou banco de dados e sistema de ERP na paulista Inal – Indústria de Artefatos de Látex, para integração das áreas de produção, acabamento, embalagem e distribuição de produtos.
Softtek: a única da AL em ranking de SAP
A mexicana Softtek foi a única empresa com matriz na América Latina listada como um dos 25 melhores fornecedores de serviços SAP em um relatório intitulado “The Top 25 SAP Service Providers” publicado em setembro pela AMR Research.
 
O relatório avaliou mais de 40 parceiros de serviços SAP para destacar os melhores fornecedores em um grande número de distintas categorias, incluindo lucro da prática, utilização das capacidades onshore/offshore, cobertura geográfica, indú