Tamanho da fonte: -A+A

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai contar com orçamento de R$ 154 milhões para o projeto de virtualização do Judiciário, pelo qual até janeiro de 2010 todos os processos que ingressarem no 1º e 2º grau da Justiça Federal serão transformados em arquivo digital.

Os recursos serão concedidos em conjunto pelo Banco do Brasil e pela Caixa Econômica Federal. O aporte será aplicado à informatização, logística e digitalização de processos, com o que o STJ pretende alcançar economia por meio da redução do uso de papel, informa o TI Inside.

Atualmente, a remessa dos processos entre os tribunais e o STJ representa R$ 30 milhões por ano, pagos aos Correios, e demanda um tempo de tramitação de seis a oito meses até que o processo esteja pronto para análise do ministro.

Com a informatização, o custo com transporte, por exemplo, será reduzido a zero imediatamente.

Conforme o presidente do STJ, Cesar Asfor Rocha, a virtualização tornará o órgão o primeiro tribunal do mundo a eliminar totalmente o uso do papel.