A alemã T-Systems está de olho na saúde brasileira.

Segundo o jornal Valor Econômico, a empresa desenvolve um pacote de serviços específico para o mercado brasileiro de saúde, com foco inicial em grandes hospitais e clínicas da rede privada.

O pacote em questão já é adotado em mais de 270 instituições no mercado europeu.

“No Brasil, a demanda vem crescendo e o mercado ainda não está consolidado”, disse Luiz Hirayama, diretor de desenvolvimento de negócios e portfólio da companhia no país, ao Valor.

Meta para 2012
Conforme Hirayama, a companhia já mantém conversações com cerca de 15 instituições no país, e a expectagiva é chegar a R$ 10 milhões de receita no próximo ano com essa oferta.

A oferta desenvolvida pela T-Systems para o Brasil envolve equipamentos, software e serviços.

No caso dos sistemas, a companhia desenvolve adaptações de softwares da também alemã SAP. A partir da infraestrutura de TI fornecida pela T-Systems- que tem quatro centros de dados no país - o modelo digitaliza todos os processos de gestão hospitalar.

Em 2010, a T-Systems registrou uma receita de R$ 367 milhões no Brasil, um crescimento de 10% na comparação com o ano anterior.

Tchau, Porto Alegre
No mês da agosto, a empresa fechou sua operação em Porto Alegre, decisão foi motivada pelo cancelamento do contrato com a ADP Brasil, filial brasileira da gigante de processamento de folha de pagamento americana ADP, o único cliente atendido pela filial na capital gaúcha.

Leia a matéria completa do Valor Econômico (para assinantes) nos links relacionados abaixo.