Herança da Palm, o sistema operacional móvel webOS pode ser vendido pela HP.

Segundo a agência Reuters, citando fontes próximas ao assunto, porém não identificadas, um acordo pelo software poderia gerar centenas de milhões de dólares, mas abaixo dos US$ 1,2 bilhões pagos pela Palm em abril do ano passado.

Visto como dispendiosa tentativa de entrar no mercado móvel, a compra da Palm estaria agora tentando ser revertida pela maior fabricantes de computadores no mundo.

Diversas companhias de tecnologia expressaram interesse em comprar a divisão, considerada atrativa pelas patentes que detém, disseram as fontes ouvidas pela Reuters.

Entre elas, Amazon.com, RIM, IBM, Oracle e Intel são companhias que devem se interessar pelo ativo.

No meio desse ano, a HP descontinuou o tablet TouchPad, que vinha equipado com o webOS. Desde então, o futuro da unidade é incerto dentro da companhia.

Um porta-voz da HP ouvido pela Reuters disse apenas que a companhia está “explorando maneiras de otimizar o software webOS”, e não quis fazer mais comentários.

A HP ainda está analisando o futuro do programa operacional, incluindo a possibilidade de construir um novo tablet que utilize este software, disse a presidente-executiva da empresa, Meg Whitman, em uma entrevista recente.

Nessa semana, a empresa anunciou a volta do Slate, tablet corporativo com Windows 7.