Em cada 1000 aparelhos com o sistema operacional móvel Android, apenas seis rodam a versão mais atualizada.

Os dados são de uma pesquisa feita com base nas informações de acesso ao site Android Market nas últimas duas semanas.

Segundo o site IDG Now, a estimativa é que o percentual represente 1,2 milhão de aparelhos.

No mercado, a expectativa é de que mais aparelhos com o Ice Cream Sandwich (ou ICS, nome da versão 4.0 do Android) sejam lançados durante a Consumer Electronics Show (CES), que se inicia nessa terça-feira, 10, em Las Vegas, Estados Unidos, equilibrando a balança do update.

Além de novos aparelhos na CES, o ICS deve se popularizar mais entre os usuários nos próximos upgrades programados pra a plataforma. Eles chegarão entre os próximos três ou seis meses desse ano.

Samsung, LG e Sony Ericsson deverão ter aparelhos atualizados. O primeiro modelo com o Android 4.0 foi lançado em 15 de dezembro do ano passado. Era o Samsung Galaxy Nexus.

Hoje, segundo a pesquisa, a versão mais popular do Android é o Gingerbread (2.3), lançado oficialmente em dezembro de 2010. Ela representa 55,5% de todos os dispositivos com o software.

O Froyo (2.2) vem em segundo lugar com 30,4%, enquanto que o Honeycomb (3.0), SO da empresa exclusivo para tablets lançado em fevereiro do ano passado, está presente em 3,3% dos aparelhos Android.

Com o Ice Cream Sandwich, o Google espera reduzir a atual fragmentação de versões.

O novo Android irá funcionar tanto em tablets quanto em smartphones, e a gigante das buscas introduziu recentemente um novo suporte obrigatório ao Holo, tema vistual padrão do Android, concretizando um passo importante para lutar contra a fragmentação, destaca o IDG.

Em novembro, o Google anunciou 200 milhões de ativações de dispositivos Android.

Dados da consultoria de mercado Gartner para o terceiro trimestre do ano passado apontam que 52,5% dos aparelhos móveis usam o sistema Android na atualidade.

Na vice-liderança desse mercado está o Symbian, da Nokia, com 16,9%, seguido pela Apple (iOS, com 15%) e a RIM, fabricante do BlackBerry (11%). Bada (2,2%) e Microsoft (1,5%) completam a lista.

Leia a matéria completa do IDG Now nos links relacionados abaixo.