Vicente Lima é o novo diretor geral da Symantec para o Brasil.

O executivo, que respondia pela área de Governo da empresa, assume agora o posto deixado por Wagner Tadeu, que desde setembro de 2011 ocupa a posição de vice-presidente da companhia para a América Latina.

Esta não é a primeira vez que Vicente Lima ocupa a posição de diretor geral da Symantec: ele foi o primeiro presidente da empresa no país no início das operações da multinacional de antí virus por aqui, em 1994, permanecendo na posição por oito anos, até 2002.

Depois disso, saiu da Symantec e foi para a TBA Informática, em São Paulo, uma das divisões de serviços de tecnologia do grupo TBA, sediado em Brasília.

O executivo retornou à Symantec em maio de 2009, quando assumiu a função de especialista em Data Loss Prevention para o Sul da América Latina.

O currículo de Lima inclui também passagens por empresas como Citrix e F5 Networks. Ao todo, são 22 anos de carreira.  

A Symantec é especializada em soluções de segurança, armazenamento e gerenciamento de sistemas.

Em novembro de 2011, a companhia deixou de fazer parte da joint venture Huawei Symantec Technologies, quando vendeu seus 49% de participação para a Huawey por US$ 530 milhões.

A transação deu à Huawei propriedade total da Huawei Symantec, que tem sede em Hong Kong e foi estabelecida pelas duas empresas em 2008, com oferta integrada de soluções de segurança, armazenamento e gerenciamento de sistemas.

Conforme Enrique Salem, presidente e CEO da Symantec, a companhia saiu da joint venture com retorno satisfatório sobre o investimento e crescimento na China, que "é um dos mercados com mais rápido crescimento para nós, tendo crescido 46% nos três últimos exercícios fiscais”.