A Digibase, especializada em bases de dados geográficos, lança a Solução Verde, para monitoramento de áreas agrícolas e gestão da produção de alimentos.

A solução utiliza a base de imagens de satélite da Digibase para dar ao usuário informações sobre biomassa, tamanho de áreas de cultura agrícola, fases de crescimento e colheita, dados de cobertura de solo e mudanças ocorridas nas áreas plantadas, entre outras.

“A Digibase é capaz de gerar mais de 650 mil km2 de imagens multiespectrais por dia - equivalente a uma área do tamanho do estado de Minas Gerais”, afirma Felipe Seabra, gerente de Marketing da empresa.

Segundo ele, as imagens oferecem benefícios na produção agrícola, no aperfeiçoamento da aplicação de fertilizantes e distribuição de sementes, melhorias na logística e monitoramento de safras.

Com a nova Solução Verde, a meta é fornecer dados também para gestores de programas ambientais.

A ferramenta fornece dados para análises sobre áreas de preservação e plantio, com monitoramento periódico de regiões críticas e vulneráveis.

“Esse trabalho está alinhado com a DigitalGlobe, fornecedora norte-americana de imagens e nossa parceira”, explica Seabra.

No Brasil, a Digibase é a distribuidora oficial da parceira, que mantém três satélites já em órbita: QuickBird, WorldView 1 e WorldView 2.  

Os satélites coletam mais de 500 milhões de quilômetros quadrados de imagens por ano.

Até 2014, mais um satélite (o WorldView 3) será lançado pela empresa norte-americana.