Toni Prado

A catarinense Portobello, especializada na produção de cerâmicas, adotou o AEN - Ambiente Eletrônico de Negócios, da conterrânea Nexxera, para gerir seus processos financeiros, integrando seu sistema de gestão aos mais de 30 bancos de dados utilizados pelos fornecedores.

Com a solução, a Portobello reduziu de 30 para quatro horas o tempo de processamento de entrada de notas de fornecedores, segundo o coordenador de TI da empresa, Toni Prado.

“Ganhamos velocidade e qualidade no recebimento das mercadorias, além de agilizar o trabalho de nossos mais de dois mil colaboradores”, comemora o executivo.

A companhia adotou todos os módulos da plataforma AEN.

Assim, além de gerenciar processos relacionados a notas de fornecedores, a fabricante de cerâmicas também usa a solução para rotinas de recebimento e cobrança, extratos bancários, contas a receber e pagamentos.

O contrato com a Nexxera também prevê service desk e field service, em operação 24x7 para assistência remota e local.

TI de casa
Não é de hoje que a Portobello investe em tecnologia de empresas de seu estado: no começo do ano passado, a empresa adotou o Microvix ERP, da joinvilense Microvix, em 104 lojas da rede de franqueadas Portobello Shop espalhadas por todo o país.

Com a solução, todas as lojas passaram a ser integradas via Internet, dando aos franqueados acesso a um sistema de gestão integrado ao Oracle EBS da fábrica.

Além disso, a rede passou a contar com um simulador de preço de compra e venda, custo e margem entre franqueados e franqueadora.

O projeto também abrangeu o Microvix BI, que disponibilizou aos consultores da franqueadora informações sobre operações de compras, vendas e estoques de toda a rede.

O BI também garantiu à gerência da Portobello contar com um dashboard de indicadores em tempo real.

Sediada em Tijucas-SC, a Portobello mantém dez fábricas, que atuam com produção média de 23,5 milhões de metros quadrados de revestimentos cerâmicos, vendidos para clientes dos cinco continentes.

O faturamento anual da companhia fica acima dos R$ 500 milhões.