A Avanade oficializou o retorno de suas operações no Brasil. A integradora vai atuar como um braço da Accenture para tecnologia Microsoft, especialmente na área de cloud computing.

Com isso, a unidade - presidida por Juan Endo – já larga com herança da carteira de clientes da Accenture. A equipe também vem da companhia, iniciando com 100, número que deverá subir para 250 em 12 meses.

As contratações ocorrerão nas áreas de infraestrutura Microsofty (Windows Server), desenvolvimento na plataforma .NET, gestão de informações e colaboração, comunicação unificada, Dynamics CRM, entre outras áreas focadas na oferta de soluções baseadas no Microsoft BPOS e na plataforma Azure.

No Brasil, o foco da companhia serão os mercados financeiro e de recursos naturais.

De início, a empresa funcionará na sede da Accenture, em São Paulo, mas no futuro o plano é mudar para um prédio próprio, informa o ComputerWorld.

Com dez anos de atuação no mercado mundial, mais de 5,1 mil projetos em mais de 1,7 mil clientes, 110 soluções específicas e para indústrias de diversos segmentos, essa é a segunda vez que a Avanade anuncia o início de operações no Brasil.

A empresa já teve um ingresso, em 2001, mas acabou tendo suas operações absorvidas pela Accenture em meados de 2002, alegando a necessidade de redução de custos.