A norte-americana Esri disponibiliza o patrimônio de quase quatro décadas de imagens criadas pela Nasa e pelo Departamento do Interior Americano (DOI), através do serviço de imagem Landsat.

Com 30 metros de resolução espacial – suficiente para visualizar com nitidez áreas como rios –, as imagens podem ser vistas gratuitamente na internet (acesse o link nos sites relacionados abaixo).

A proposta do projeto é disponibilizar as fotografias de satélite do planeta Terra para expandir a capacidade de monitorar mudanças na paisagem da superfície.

No site, digitando nome e país de uma cidade se tem acesso às imagens disponíveis. No caso de Porto Alegre, por exemplo, os arquivos são de 1975 a 2005.

As fotos são dispostas lado a lado em duas colunas. Uma terceira imagem mostra a variação do filtro selecionado – cor natural, vegetação, infravermelho, análise da vegetação e aterramento de aquíferos.

Os dados poderão ser utilizadas, segundo a empresa, no estudo das mudanças climáticas, alterações na vegetação, meio ambiente e ocupação de território.

Com sede em Redlands, na Califórnia (Estados Unidos), a Esri é especializada no desenvolvimento de softwares para geoprocessamento. A receita anual da empresa é de US$ 794 milhões.

Em todo o mundo, são 2,2 mil parceiros de negócios e 80 distribuidores.

No Brasil, os produtos e serviços da Esri são comercializados com exclusividade pela Imagem, empresa de sistemas de informações geográficas na América Latina.

As imagens podem ser conferidas pelo link abaixo.