A Elucid lança uma solução para auxiliar distribuidoras elétricas a se adequar ao terceiro ciclo de revisão tarifária, que acontece a cada quatro anos, e a necessidade de publicação do Manual de Controle Patrimonial do Setor Elétrico.

O manual tem como objetivo padronizar a apresentação das informações dos ativos das concessionárias de energia elétrica e, por conseqüência, facilitar sua gestão.

Para isso, porém, as distribuidoras precisam atualizar e manter atualizados seus cadastros técnicos.

Na prática, com a finalidade de justificar seus custos operacionais e a tarifa cobrada do consumidor, as elétricas devem especificar detalhadamente cada componente de sua rede.

Podendo ter uma margem de erro de somente 4%, elas se submetem à auditoria da Aneel, e, para auxiliar na adequação aos procedimentos requeridos, a Elucid sugere uma metodologia que usa fotografia para possibilitar o controle dos ativos visualmente e o cumprimento dos prazos impostos pela agência regulatória.

A oferta associa a solução multiplataforma GIS (sistema de informações georeferenciadas) à disponibilização de fotos de cada ativo da rede.

Sendo assim, o técnico de campo responsável pela georreferenciamento da rede tira algumas fotos dos postes, nas quais podem ser visualizados todos os componentes elétricos.

Com o lançamento aliado à proximidade do terceiro ciclo da avaliação, a expectativa da Elucid é crescer 30% com esta oferta em 2011.

“Em linhas gerais, após o levantamento dos ativos em campo, fotos e coordenadas são enviadas para a central em São Paulo, onde técnicos especializados interpretam as imagens, colocando no banco de dados todas as características e componentes da rede”, explica Michael Chenoweth Wimert Jr, presidente da Elucid.

Depois disso, um software desenvolvido pela própria Elucid permite a associação das fotos aos dados técnicos e a conversão para o padrão de arquivo que possa ser migrado para o sistema de gestão técnica utilizado pelo cliente.

Com isso é possível realizar inspeções remotas, descobrindo uma série de atributos técnicos por meio das imagens, como tipo de chave, altura do poste, pontos de manutenção programada, entre outros.

“Além de permitir que as distribuidoras atendam com qualidade os prazos exigidos pela Aneel, o projeto permite ao cliente verificar pelas fotos pontos que precisam de manutenção ou possíveis fraudes, evitando, por exemplo, perda de energia”, afirma Wimert Jr.

Segundo ele, a foto gera uma evidência do cadastro, permitindo que a auditoria não conte só com números para comparar, mas também com imagens que mostrem o que está sendo contabilizado.

A Elucid oferece serviços e soluções integradas de TI aos setores de serviços públicos e energia.

Em 2009, a companhia cresceu 20%, atingindo R$ 120 milhões de faturamento.