A paulista Bysoft, especializada em soluções para gerenciamento de processos de comércio exterior, quer desembarcar este ano no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Pernambuco, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Ceará, Alagoas e Sergipe.

Para tanto, a companhia abriu a temporada de caça às revendas, buscando ao menos cinco canais que atendam a estes mercados.

“Nossa presença nesses estados deve ser consolidada até o começo do segundo semestre de 2009. A expectativa é de que, com a entrada desses novos mercados, haja um crescimento de 20% em nossas vendas”, destaca a diretora da Bysoft, Ednéia Pinto Moura.

Hoje, a empresa possui três representantes comerciais, que atendem aos mercados de Minas Gerais, Bahia, Ceará e Pernambuco. Nas novas regiões, a idéia é expandir uma participação ainda pouco expressiva – o Sul, por exemplo, não fica com mais de 5% dos negócios da companhia, atualmente. Porém, segundo Edinéia, com as novas revendas será possível subir este share para cerca de 20%.

Conforme a diretora, o perfil de revenda buscado são canais que tenham experiência na comercialização de serviços aplicados a sistemas. Depois de cadastrados, os parceiros contarão com treinamentos sobre o negócio de comércio exterior e sobre os produtos da companhia.

“Também os apoiamos em demonstrações locais e oferecemos uma política de incentivos atraente", comenta ela.

A tal política oferece, por exemplo, participação de até 50% nas receitas geradas em negócios. Além disso, as capacitações levam o canal a avaliações periódicas, que podem culminar em certificações.

“Uma vez que a revenda esteja certificada e com seu plano estratégico efetivado, estabelecemos como prioritário o acompanhamento a campo para as primeiras visitas efetivas comerciais e de demonstração. Para tanto, agendas serão estabelecidas”, conta Edinéia.

Os interessados em tornarem-se canais da Bysoft podem entrar em contato pelo telefone (11) 3585.6000, ou pelo e-mail comercial@bysoft.com.br.

Quem é
Fundada em 1991, a Bysoft emprega, hoje, uma equipe de 60 funcionários. A empresa desenvolve, aplica e oferece suporte técnico de sistemas para importadores, exportadores, comissários e agentes de carga.

Atualmente, a companhia possui mais de quatro mil licenças vendidas de software e detém 80% de participação no mercado de prestadores de serviços em comércio exterior do país.

Na carteira, formada por 1,3 mil clientes – ou 40 mil usuários -, figuram nomes como Fedex, TAM, Siemens, Ford, Via Uno, Schenker, Caterpillar e Grupo Mesquita, entre outros.