Reunião inicial do projeto contou com a participação do GT Qualidade de Software e consultores da Engsoft

Cinco empresas gaúchas associadas ao Trino Polo vão participar do projeto de implementação do modelo MPS.BR, da Aepolo,  na Serra.

 
Três delas já são certificadas no Nível G do modelo e estarão implementando o Nível F.  São elas Ebis Soluções, Keyworks e Metadados, todas de Caxias do Sul.
 
Também participam do projeto, duas empresas em busca do nível G, a Di Uno Tecnologia, de Caxias do Sul, e a TDS Sistemas, de Bento Gonçalves. 
 
A ação tem duração de 15 meses e, dos recursos envolvidos no processo, 60% do valor da implantação e avaliação é custeado pela empresa e os demais 40% pela Softex.
 
Todo o processo de execução fica a cargo da II-Engsoft, companhia credenciada Softex.
 
O MPS.BR é um modelo de referência, criado pela Softex, que promove o aumento da maturidade e capacidade das empresas de desenvolvimento de software, principalmente as pequenas e médias, visando torná-las mais competitivas nos mercados nacional e internacional. 
 
Em Caxias do Sul existe, atualmente, 6 empresas avaliadas no modelo MPS.BR. Já no Rio Grande do Sul são 21 companhias avaliadas.