A Oracle não quer a Fundação Apache Software (ASF) fora do Comitê Executivo do Java.

Na última quarta-feira, 08, a ASF declarou sua saída do grupo, por ser contra a interferência da “preocupação comercial de uma única entidade, a Oracle” sobre a direção transparente do ecossistema.

Segundo o site Computerworld, a Oracle encaminhou à fundação um pedido de revisão da decisão, alegando que a ASF é de suma importância para o futuro da plataforma.

“Mês passado, nós renomeamos a Apache ao Comitê Executivo, porque valorizamos sua perspectiva e ativa participação. A Oracle tem a responsabilidade de levar o Java adiante e manter sua uniformidade, em razão dos milhões de desenvolvedores que o utilizam (...) a Fundação Apache, e seus muitos projetos em código aberto, são parte importante do ecossistema”, escreveu o vice-presidente de desenvolvimento da Oracle, em comunicado.

Mais de 100 projetos relacionados ao Java são patrocinados pela ASF, diz o Computerworld.

Aparentemente, a resposta da corporação americana leva em conta tal fator, ao considerar o prejuízo que a plataforma sofreria com a baixa. A princípio, no entanto, a Apache não se mostra convencida.

“Dê-nos um motivo para reconsiderarmos a decisão que não seja um simples ‘por favor’”, postou seu presidente, Jim Jagielski, na última quinta-feira, 09, em seu Twitter.

Leia a matéria do Computerworld na íntegra nos links relacionados abaixo.