Tamanho da fonte: -A+A

A Acate passa a administrar, a partir deste mês, o SC Games, polo catarinense de empresas de games, mobile e entretenimento digital que até agora ficava sob a gestão do governo do estado.

Conforme dados da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina, o setor de games e atrações digitais gerou R$ 10 milhões em faturamento no estado só em 2010.

"A indústria de entretenimento é bilionária e Santa Catarina precisa avançar neste mercado. Os games podem ser uma importante porta de entrada de mão de obra para o setor, atraindo jovens interessados em desenvolver aplicativos e jogos", explica Rui Luiz Gonçalves, presidente da Acate.

Com a nova gestão, o polo passará a ser uma extensão do Midi Tecnológico, incubadora também administrada pela Acate e mantida pelo Sebrae-SC que concentra também empreendimentos com atuação no segmento de jogos eletrônicos, entretenimento, aplicativos móveis e animação.

Além disso, estão previstos cursos de capacitação a serem realizados no espaço e instituições parcerias, como UFSC, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IF-SC), Senac e Senai.