No trimestre encerrado em 30 de setembro de 2011, a indiana Infosys registrou receita de US$ 1.746 milhões, crescimento de 16,7% em relação ao mesmo período do ano passado e de 4,5% sobre o trimestre anterior.

Já o lucro líquido depois de impostos foi de US$ 411 milhões, alta de 9,9% ano/ano.  

No trimestre, a companhia adicionou 45 novos clientes à carteira.

A equipe também se expandiu, tanto na matriz quanto nas subsidiárias, com 15.352 novos funcionários. Com isso, o time geral chega a 141.822 colaboradores.

"O ambiente macroeconômico global ainda é incerto. Isto é e deverá ser uma preocupação para a indústria de TI", afirma S. D. Shibulal, CEO e diretor Administrativo da Infosys. "Neste cenário, os clientes procuram inovação acelerada e aumento de lucro sobre investimentos. Nossa estrutura organizacional permite ajudá-los”, comenta.

Para o trimestre a se encerrar em 31 de dezembro de 2011, a projeção da Infosys é de receita na faixa de US$ 1.802 milhões e US$ 1.840 milhões, com crescimento ano/ano de 13,7% a 16,1%.

O lucro por ações esperado é de US$ 0,79 a US$ 0,80, alta anual de 14,5% a 15,9%.

Já para o ano fiscal, que termina em 31 de março de 2012, a perspectiva é que as receitas fiquem na faixa de US$ 7,08 bilhões a US$ 7,20 bilhões, uma expansão de 17,1% a 19,1%.

Para o lucro por ação, a projeção é de uma faixa entre US$ 3,02 e US$ 3,06, crescimento  de 15,3% a 16,8% ano/ano.

Especializada em consultoria de negócios, tecnologia, engenharia e serviços de outsourcing, a Infosys atende a clientes de mais de 30 países.