IBM: lançamentos por um comércio mais esperto

15/03/2011 12:40

A IBM anuncia o lançamento de um software e a criação de uma consultoria dedicada à categoria Smarter Commerce, ou “comércio mais inteligente”, com foco em empresas interessadas em participar do mercado digital.

Tamanho da fonte: -A+A

A IBM anuncia o lançamento de um software e a criação de uma consultoria dedicada à categoria Smarter Commerce, ou “comércio mais inteligente”, com foco em empresas interessadas em participar do mercado digital.

A consultoria envolve serviços de análise de negócios e otimização de ofertas, enquan to o novo portfólio de software traz ferramentas para vendas e marketing, alémd de gestão de áreas como fidelização do cliente e recursos de mobilidade e redes sociais.

“Estimamos que as oportunidades do mercado de Smarter Commerce sejam da ordem de US$ 70 bilhões, motivadas pela demanda de empresas que precisam estabelecer novos níveis de automação para operações de marketing, atração de clientes e vendas; processos de produção, atendimento e prestação de serviços”, afirma Craig Hayman, gerente geral da IBM Industry Solutions.

As novidades de Smarter Commerce da IBM se baseiam na plataforma WebSphere Commerce e em um investimento de US$ 2,5 bilhões em softwares instalados nos clientes e baseados na nuvem, decorrente das aquisições da Sterling Commerce, Unica e Coremetrics.

Integrados, os softwares da nova oferta oferecem recursos como análise baseada na nuvem, que permite à empresa monitorar a presença de suas marcas em tempo real por meio das mídias sociais; e automatização de funções como criação de campanhas e promoções, tanto online como por dispositivos móveis.

Também há a "Universidade da IBM", que se encarrega dos recursos educacionais para vendedores e parceiros interessados em se capacitarem para o mercado de Smarter Commerce.

“Hoje o mundo é do comprador”, diz Hayman. “Se as empresas quiserem atrair os consumidores mais conectados – mas não necessariamente mais conectados com aqueles que fabricam e vendem produtos e serviços –, precisarão de um novo conjunto de recursos, que começa com a capacidade de saber ouvir o que se diz mundo afora sobre seus produtos e marcas", completa Paul Papas, líder global de Smarter Commerce na IBM.

As novas soluções já estão disponíveis. Todos os detalhes da nova linha podem ser conferidos pelo link abaixo.

 

Veja também

IBM aposta em softwares para redes sociais

A IBM lança, por meio de sua divisão Lotus, novidades em software de colaboração para empresas participantes de redes sociais, como Facebook, Twitter e Linkedin.

A aposta da companhia se baseia em uma projeção de mercado, segundo a qual a venda desses softwares aumentará 33% em 2011, alcançando US$ 630 milhões - valor deve triplicar até 2014.

Ações da IBM têm máxima histórica

As ações da IBM atingiram recorde de alta nessa quarta-feira, 09, após anúncio dos planos da empresa de dobrar o lucro até 2015.

O salto dos papéis da IBM foi de 3,3%, para US$ 167,72, maior nível histórico ajustado após desdobramentos de ações, depois que analistas aumentaram o preço-alvo dos papéis. Na véspera, a empresa reafirmou sua ambiciosa meta de lucros para 2015.

IBM no top 10 da liderança

A IBM é a única representante do setor de TI na sexta edição da pesquisa Best Companies For Leadership do Brasil realizada pelo Hay Group.

O estudo da consultoria de gestão de negócios classifica as melhores empresas para liderança em todo o mundo e examina como as companhias desenvolvem esses profissionais.

IBM lança site focado em canais
A IBM Brasil lança hoje, dia 24, um portal dedicado ao relacionamento com seus parceiros de negócios. 
 
O site “Canais Brasil” simplifica o contato entre a companhia e suas revendas, unificando os conteúdos voltados a elas em um único meio virtual. 
 
IBM teria pago a mais por banners

Um processo trabalhista movido nos Estados Unidos acusa a Neo@Ogilvy, uma unidade digital da rede Ogilvy, de ter cobrado da IBM o dobro dos valores verdadeiros dos anúncios digitais que veiculava entre 2006 e 2009.

A acusação é feita por Audrey Gladitsch, que foi empregada da Ogilvy por 15 anos e atualmente é gerente de mídia digital da Neo, informa o site  Advertising Age.

Mundial: R$ 800 mil em armazenamento IBM

A Mundial, empresa resultante da união das gaúchas Eberle e Zivi-Hercules, fechou um contrato de R$ 800 mil com a IBM para atualizar sua infraestrutura de TI.

O projeto iniciou em novembro de 2010 e contemplou dois servidores Power7 e soluções de storage, que entraram em produção em janeiro passado.

Brasileiros são passivos em redes sociais

Pesquisa da consultoria eCMetrics indica que apenas 16% dos internautas brasileiros produzem conteúdos para redes sociais.

Segundo o estudo, o uso mais comum das redes sociais é o de observar e cultivar contatos, ação praticada por 36% dos brasileiros em sites de relacionamento.

A pesquisa ainda aponta que apenas 26% dos brasileiros com perfis em redes sociais são consumidores on-line e participam ativamente de ações de marketing em mídias sociais, seja como consumidor ou como criador.

Bovespa cria simulador para redes sociais

A BM&FBovespa –bolsa de valores de São Paulo – lança uma versão para redes sociais do aplicativo SimulAção.

Integrado ao Facebook e ao Orkut, o aplicativo é um simulador de compra e venda de ações que oferece aos participantes uma quantia virtual para a composição de uma carteira de investimentos, para dar uma ideia de como funciona o mercado de ações.

Dell pró-ativa nas redes sociais

A Dell começou nas últimas semanas uma nova fase na sua investida nas redes sociais no Brasil.

Agora, além publicar conteúdo e responder a questionamentos em plataformas como Twitter, Facebook, Orkut e no blog corporativo e monitorar o que é dito sobre a marca, a companhia também toma a inciativa do contato com o cliente.