A Ci&T acaba de criar uma unidade de Inteligência de Negócios. O departamento, que conta com uma equipe de 70 profissionais, já nasce com mais de 80 clientes e deverá responder por 15 a 20% do faturamento da empresa em 2009.

Segundo Paulo Seixas, diretor da nova unidade, a ideia é oferecer soluções de BI e serviços para alinhamento da TI aos negócios de cada empresa.

“Sem isso, a inteligência de negócios vira um mero gerador de relatórios, com risco muito alto de resultados zero”, explica ele.

A carteira de clientes de IN da Ci&T já conta com nomes como CPFL, Cemig, Coopersucar, Elektro, Klabin, Souza Cruz e Saint-Gobain. Apoiada na nova unidade de negócio, a meta da companhia é crescer 40% em 2009.

Com presença em São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Philadelphia, Londres, Tóquio e Ningbo, a Ci&T atende, ainda, a clientes como Ambev, Avon, Coca-Cola, Google, Dow Jones e Embraer, entre outros.

A empresa, que é CMMI 5, oferece um portfólio que abrange desenvolvimento e outsourcing de aplicações, BPM, SAP, BI e governança de TI.