A Bysoft anuncia a ampliação de serviços web para clientes de suas soluções para comércio exterior: a companhia vai ampliar sua infraestrutura de data Center, há seis anos mantida na Alog.

A meta é oferecer sistemas para gestão e controle de processos em modelo SaaS, baseado em colocation, storage e link dedicado da Alog.

“Neste modelo, os serviços têm garantia de operação full time, com garantia de segurança e conectividade”, comenta o diretor de Governança e TI da Bysoft, Sergio Maia.

Outro ponto a favor da parceria com a Alog, segundo ele, é a localização - a empresa fica no centro de São Paulo, a poucos minutos do data Center.

“Isso possibilita um ganho de performance com o link e aumento de disponibilidade”, conta ele.

Hoje, 15 clientes da Bysoft já aderiram à oferta em SaaS.

“Os players de importação e exportação cada vez mais se apoiam na TI para viabilizar seus negócios, e, nessa evolução, é um passo natural considerar os serviços corporativos de um data center para acessar infra de padrão mundial”, finaliza Victor Arnaud, diretor de Marketing e Processos da Alog.

A Alog Data Centers do Brasil tem mais de 1,3 mil clientes de médio e grande portes, aos quais provê e gerencia serviços de cloud computing, hosting e colocation.

Em fevereiro de 2011, a companhia vendeu 90% de seu capital para a norte-americana Equinix, em uma fusão que contou com a participação da

Riverwood Capital, fundo de privaty equity que investe em empresas de TI.

Os data centers da Alog no Rio de Janeiro, São Paulo e Tamboré ocupam cerca de 16 mil m² de área construída e capacidade total para 56 mil servidores.

Na estrutura de Tamboré, a companhia alcançou certificação Tier 3 em setembro do ano passado, tornando-se o terceiro data center comercial do

Brasil a ter o título, até então detido também por T-Systems e Ativas Data Center.

Ao todo, a Alog emprega cerca de 500 profissionais.