A paulista Crivo, especializada em software de automação para análise de crédito e risco, registrou faturamento de R$ 7,2 milhões em 2007, sendo R$ 2,5 milhões relativos ao 4º trimestre. A empresa encerrou o ano com uma carteira de 80 clientes de grande porte, um crescimento de 33,3% em relação ao ano anterior.

A expectativa para o 1º trimestre de 2008 é crescer 150% em relação ao mesmo período do ano passado. Até o fim do ano, a companhia espera faturar R$ 15 milhões.

A empresa aposta seus ganhos no próprio mercado. Conforme análise da companhia, o setor brasileiro de crédito e de tecnologia para automação do processo de análise de crédito e risco tem apresentado crescimento “explosivo”.