A Symantec deve dobrar os investimentos no Brasil. A informação foi dada pelo  diretor-geral da subsidiária nacional Wagner Tadeu ao site Reseller Web.

Um dos destinos do investimento – cujos valores não foram revelados – será a área de pessoal, que deve crescer em 50% em 2011. Atualmente, a empresa tem 150 funcionários no Brasil. "Vendas, pré-vendas e canais serão priorizados na estratégia", disse Tadeu ao Reseller.

Além disso, a empresa criou uma área dedicada à vertical de governo – que responde por 19% do faturamento da companhia no país. Apesar da presença do setor, a Symantec não gerava demanda -  toda venda que a Symantec fazia para empresas públicas acontecia quando elas a buscavam.

"Criamos essa área também por faturamento. Hoje, entre 35% e 40% do faturamento dos provedores de TI vem do governo e para nós isso é apenas 19%. Queremos chegar a 25% até o final do ano fiscal 2011."

Em 2009, a Symantec encerrou com receita de US$ 6,2 bilhões.

Segundo relatório da certificadora de software Oesis OK, a Symantec é a terceira em market share na área de segurança, com 10,06% de mercado em junho.

Ficam à frente da norte-americana a Avast (19,14%) e a Avira (11,39%), graças às soluções gratuitas oferecidas, ressalta o estudo. A McAfee é a sétima colocada, com 7,3%.