Softtek: CGO para ampliar contas globais

19/04/2011 14:14

A Softtek, fornecedora de soluções de TI e processos de negócio, projeta incrementar seu portfólio de contas globais este ano, com foco em novos clientes latino-americanos.

Para reforçar a estratégia, a companhia acaba de criar o cargo de Chief Globalization Officer (CGO), ocupado por Beni López, que já dirigia os esforços da empresa nos EUA.

Tamanho da fonte: -A+A

A Softtek, fornecedora de soluções de TI e processos de negócio, projeta incrementar seu portfólio de contas globais este ano, com foco em novos clientes latino-americanos.

Para reforçar a estratégia, a companhia acaba de criar o cargo de Chief Globalization Officer (CGO), ocupado por Beni López, que já dirigia os esforços da empresa nos EUA.

Com a mudança, a responsabilidade do executivo agora tem alcance mundial, com foco em um portfólio de serviços que inclui desde consultoria de negócios até suporte e manutenção.

“Queremos mostrar às multinacionais que podem otimizar o fluxo de projetos e informações com a contratação de um fornecedor único, contando com atendimento próximo em todos os países em que estiverem presentes", explica Francisco Lara, CEO da Softtek Brasil.

Atualmente, a filial brasileira da empresa atende a cinco contas globais, entre elas a Ambev, primeira conta deste porte conquistada pela Softtek Brasil.

O executivo ressalta a importância da fusão com a brasileira Ankyla, finalizada no último ano, que permitiu a entrada da empresa na área de consultoria de negócios.

“Isso permitiu nossa atuação desde o momento zero nos clientes, prestando o atendimento end-to-end. Essa oferta tem conquistado grandes contas pelo time da Softtek Brasil e com previsão de dobrar de tamanho este ano", finaliza Lara.

Para este ano, segundo ele, a Softtek investe em três setores que considera chave: financeiro, com a consolidação das fusões realizadas pelos principais players do setor; consumo e varejo, e energia, óleo e gás.

A Softtek conta com aproximadamente seis mil colaboradores e 30 escritórios na América do Norte, América Latina, Europa e Ásia.

A companhia mantém nove centros globais de entrega, localizados no México, China, Brasil, Argentina e Espanha.

Destes centros, entrega serviços para clientes de mais de 20 países, nos modelos de serviços on-site, on-shore e de sua marca registrada Global Near Shore.
 

Veja também

Softtek lança BI via web

A Softtek lança uma solução de Business Intelligence voltada para a área executiva que pode ser acessada por meio de um portal corporativo. A ferramenta é voltada ao uso por departamentos que trabalham com excesso de dados e planilhas, como RH, vendas, estoque, marketing, despesas e faturamento, entre outros.

A novidade permite a associação de diversos relatórios em um único dashboard, acelerando o acesso, análise e entendimento dos dados.

Softtek: seis clientes no 1S10

A Softtek agregou seis novos clientes de soluções de gestão empresarial SAP durante o primeiro semestre. Do total, cinco também adquiriam soluções para BI (BO), CRM e BPM.

Softtek quer crescer 27% em São Paulo

A Softtek fechou 2009 com faturamento de R$ 170 milhões no Brasil, sendo que 49% deste montante foi gerado pelo mercado paulista.

São Paulo respondeu por cerca de R$ 84 milhões da receita no país, com projeção de crescimento de 27% para este ano.

Softtek é melhor em outsourcing da AL, diz IAOP

A Softtek foi reconhecida como TOP 40 na edição 2010 do ranking Global Outsourcing 100, publicado pela Associação Internacional de Profissionais de Outsourcing (IAOP). A empresa foi a 40ª colocada, o melhor posto entre os concorrentes da América Latina.

Com aproximadamente seis mil colaboradores e 30 escritórios na América do Norte, América Latina, Europa e Ásia, a Softtek mantém nove centros globais de serviços, no México, Brasil, Argentina, Espanha e China.

Softtek: R$ 34 mi com suporte e manutenção

A oferta de suporte e manutenção da Softtek, fornecedora de soluções de TI e processos de negócio, já representa 20% da receita brasileira da companhia. Só com estas duas áreas, a subsidiária faturou cerca de R$ 34 milhões no ano passado.

Para este ano a empresa prevê crescer 15% com os contratos de suporte e manutenção, além de investir cerca de R$ 10 milhões neste segmento.

Softtek: Sul à toda!

A Softtek fechou 2009 com faturamento de R$ 170 milhões no Brasil. Disso, 6% veio do mercado gaúcho, que respondeu por R$ 10,2 milhões da receita. O resultado empolgou a empresa, cuja meta é crescer 20% na região este ano.

Para toda a operação nacional, a projeção de crescimento fica em 15% sobre os R$ 170 milhões faturados em 2009, quando a receita mundial foi de US$ 300 milhões.

Softtek quer 9% com Business Consulting
A Softtek anuncia a ampliação de sua oferta de Business Consulting. A estratégia é decorrente da parceria com a Ankyla, especializada em consultoria de negócios e formada por ex-executivos da PricewaterhouseCoopers e IBM, que passa a comandar esta área na companhia.

A expectativa para 2010 é que a unidade de Business Consulting represente cerca de 9% do faturamento da Softtek, alcançando mais de dez clientes. Para os próximos três anos, a estimativa é crescer 25%.
Totvs: ação em 20 países para globalizar

A Totvs iniciou uma campanha publicitária internacional para TV.

A ação faz parte da estratégia da companhia para se tornar uma empresa global e inclui a veiculação de publicidade da marca, pela primeira vez, em todos os 20 países da América Latina, por meio de inserções nos canais CNN Espanhol e International e Bloomberg.

A campanha contempla, ainda, mídia impressa nacional, internacional e segmentada, além de plataforma digital, com anúncios em iPad.

E&Y: globalização cresce, TI cai em emergentes

O índice de globalização dos países em geral aumentou depois da crise mundial, e deve continuar nesse caminho até 2014.

É o que afirma um estudo global da Ernst & Young, desenvolvido em parceria com a Economist Intelligence Unit (EIU). No ranking, que traz 60 países, o Brasil fica na 46ª posição.

Entre as economias latino-americanas, o país é o quarto colocado, atrás de Peru, Colômbia, México e Chile.

Gasto global de TI tem alta de 8% em 2010

Dados da consultoria IDC mostram que os gastos globais com TI tiveram aceleração em 2010.

Com a maior taxa de crescimento anual desde 2007, o volume expandiu em 8%, chegando a US$ 1,5 trilhão na comparação com 2009.

Se considerados também os investimentos em comunicações, as despesas das empresas com TIC atingiram cerca de US$ 3 bilhões em 2010, alta de 6% ante 2009.

Salesforce e GlobalWeb miram nas grandes

A Salesforce.com está de olho no Brasil, e para chegar no mercado local fechou parceria com a GlobalWeb para oferta das soluções de CRM na nuvem da norte-americana na América Latina.

No acordo, a Globalweb investiu cerca US$ 2 milhões em infraestrutura, treinamento, marketing e reforço de sua rede de canais.

Um portal exclusivo para relacionamento também foi construído. Tudo apostando no êxito da união.