A Trend Micro acaba de abrir um laboratório de análise de ameaças no Brasil. A meta é avaliar pragas virtuais desenvolvidas no país.

O laboratório é o primeiro do gênero instalado pela empresa na América do Sul. E já de cara, a nova operação revela um dado alarmante para o setor financeiro: 80% das ameaças virtuais criadas no país têm como alvo este tipo de instituição.

Mais: o foco dos criminosos não são ataques a websites e infecções por vírus, mas sim ameaças silenciosas, como cavalos de troia, phishing e roubo de identidade, informa o ComputerWorld.

A partir do novo laboratório, a Trend está capacitando parceiros para realizar pré-analises sobre ameaças locais, além de coletar dados por meio de “iscas” - máquinas vulneráveis instaladas no ambiente de alguma organização, com o objetivo de atrair ataques.