O CEO da Panda Security, Juan Santana, virá ao Brasil na segunda semana de setembro para debater com a direção da Panda Security Brasil o andamento de uma estratégia para duplicar as vendas locais ainda a partir deste ano.

A empresa acaba de abrir uma subsidiária no país, depois de comprar a distribuidora local. Na visita, Santana também irá formalizar um acordo de cooperação tecnológica da Panda com o Exército Brasileiro, mantendo negociações com o Comando de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército (Ccomgex), órgão subordinado ao Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT).

Com atuação em mais de 200 países e especializada em soluções de proteção contra crimes cibernéticos, a Panda é uma das fundadoras do Conselho Nacional Consultivo de CyberSegurança da Espanha, onde fica sua sede.

Na cooperação com o exército do Brasil, a companhia irá colocar a serviço da instituição as equipes do PandaLabs, sua estrutura de vigilância e análise de ameaças virtuais baseada em Madri, que também vai fornecer arsenal de software de combate a ameaças da web em prazos compatíveis com as exigências estratégicas da organização militar.

“A cooperação internacional com órgãos de defesa e segurança dos governos tem sido uma das marcas da Panda Security e um dos alicerces para o avanço de nossas tecnologias de combate ao crime cibernético”, assinala Santana.

Ainda segundo o CEO, a Panda Security Brasil vem se posicionando entre as subsidiárias de maior crescimento da empresa fora do mercado europeu. Para incrementar os negócios locais, a meta é expandir os canais de marketing e ampliar o suporte estratégico às revendas.

Santana tem um histórico extenso no mundo dos negócios e finanças. Antes de ingressar na Panda, foi gerente executivo de Telecomunicações e Equipamentos de Informática no Lehman Brothers, com sede em Londres, no período 1999-2003; e em Madrid, de 2003 a 2006.

Antes disso, foi executivo da inglesa Robertson Stephens e do banco espanhol Vasconia.

Na Panda, ingressou como CFO em 2006 e foi nomeado CEO em 2008. Atuando na estratégia de internacionalização da empresa, já esteve à frente da abertura de filiais na Alemanha, Áustria, Bélgica, Holanda, China e Japão.

Santana é graduado em Direito pela Universidade de Navarra e possui um MBA do IESE, de Barcelona.