A Microsoft foi condenada por um tribunal federal do Texas, EUA, a pagar US$ 200 milhões para a canadense i4i.

A empresa abriu processo contra a MS em 2007, sob alegação de que a gigante norte-americana de software teria violado patentes propositalmente no editor de textos Word e no sistema operacional Windows Vista.

A Microsoft definiu a sentença da justiça texana como "insustentável" e afirmou que irá recorrer.