Susana Kakuta, diretora do Complexo Tecnológico Unisinos-Unitec

Tamanho da fonte: -A+A

O ESICenter Brasil, unidade brasileira da rede espanhola de incentivo à adoção de CMMI localizada na Unisinos, concluiu nesta semana uma remodelação na sua forma de atuar.

Com a saída dos últimos dois consultores ligados à universidade jesuíta, o centro funcionará agora exclusivamente através de consultorias parceiras contratadas segundo a demanda dos projetos.

“É a maneira como o ESI atua em outros países. Mantemos o conhecimento sobre as práticas e contratamos consultorias para treinar e auditar”, explica a diretora do Complexo Tecnológico Unisinos-Unitec, Susana Kakuta.

Responsável administrativa do ESICenter, Kakuta destaca que permanece também na equipe Ivan Brasil, coordenador técnico do Internacionaliza-RS. Bancado com recursos da União Européia, o programa garantiu a adoção de práticas CMMI de nível 2 ou 3 em 11 empresas gaúchas com subsídio de 2/3 do valor total.

Kakuta prefere não fazer uma previsão de quando uma segunda edição do programa possa acontecer – o que depende da liberação de recursos da UE - mas destaca que o desempenho do ESICenter foi considerado “exemplar” pela coordenação brasileira da iniciativa.