A SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos renovou seus sistemas de cálculo de propostas de seguros de automóveis.

A solução engloba um contrato com a Borland, empresa do grupo Microfocus, envolvendo as ferramentas SilkCentral Test Manager (gestão da qualidade), SilkTest (automação de teste funcional) e SilkPerformer (teste de performance).

A fornecedora das soluções também ficou responsável pela capacitação da equipe da seguradora, que passou a realiar todo o processo de cálculo, precificação e análise de riscos dos seguros de veículos de forma automatizada.

A implementação do projeto durou seis meses.

“Já tínhamos uma área de qualidade, no entanto, não usávamos ferramentas específicas para testes de requisitos e funcionalidades das aplicações”, avalia Cristiano Barbieri, superintendente-executivo de TI da SulAmérica.

Ainda conforme o executivo, com as ferramentas da Borland a seguradora conseguiu ter um script de testes que poderá ser usado, sempre que necessário, na plataforma de precificação.

“Antes, cada vez que se definia uma nova lista de preços, era preciso testar novamente todo o sistema para garantir que as mudanças funcionassem. Agora, tudo isso é automatizado, sem intervenção humana”, finaliza Barbieri.

A SulAmérica atua dividida em cinco unidades de negócios: Saúde, Automóvel e Massificados, Riscos Industriais e Comerciais, Pessoas (Vida e Acidentes Pessoais) e  Previdência Privada e Gestão de Ativos.

A companhia atende a seis milhões de clientes e tem tradição no investimento em TI.

No ano passado, por exemplo, a área de saúde da SulAmérica anunciou uma parceria na área de saúde com a integradora Orizon para o lançamento de uma solução voltada à digitalização e transmissão eletrônica de documentos assinados digitalmente.

O sistema se integra aos ERPs utilizados por prestadores de serviços de saúde, como hospitais, clínicas, laboratórios e operadoras de planos, contando com certificação digital desenvolvida pela seguradora.

Antes disso, terceirizou todos os processos operacionais de sua unidade de negócios de seguros de pessoas e previdência com a IBM.

O contrato, de aproximadamente R$ 400 milhões, tem duração de 12 anos e faz a multinacional responsável pelas atividades de back office da unidade.

A terceirização também abrange as atividades de infraestrutura de TI, manutenção dos sistemas e construção de um centro de serviços dedicado.