Lojas Taqui, do Grupo Herval, são monitoradas com Zabbix

Tamanho da fonte: -A+A

A porto-alegrense Unirede implementou a plataforma Zabbix na rede de lojas da gaúcha Herval - dona da marca Taqui.

Com a ferramenta open source, a empresa espera diminuir o tempo de resposta a incidentes, ou até mesmo evitá-los. Pelo Zabbix, tudo que faz parte da rede é monitorado.

“Onde houver algum equipamento com monitoramento a gente tem condições de saber como ele está operando. Isso também vale para bancos de dados”, explica Luciano Alves, da Unirede.

Na Herval, os ativos abrangem operações de data center, centro administrativo, centro de distribuição e mais de 90 unidades de negócio onde são monitorados servidores, processos de bancos de dados, ambiente dos data centers (como temperatura, umidade) e equipamentos de rede, entre outros indicadores.

São 100 itens coletados por segundo no universo de objetos, fornecendo um diagnóstico do ambiente de TI em tempo real, desde os dados que ficam inacessíveis até os no breaks com mau funcionamento.

“O objetivo é diminuir o downtime e perceber o problema antes que afete o usuário”, diz Alves.

De acordo com James Rocha, gerente de TI da Herval, o monitoramento com uma solução específica é algo inédito dentro da TI da Herval.

“Antes não tínhamos nenhuma ferramenta, os processos de monitoramento eram manuais, reativos e passíveis à falha humana”, relembra o gerente.

Segundo Rocha, a Herval já obteve uma melhora significativa na gestão de ativos de TI, passando de uma postura reativa para uma postura pró-ativa, onde inúmeros incidentes são evitados através do monitoramento do ambiente, facilitado e automatizado através do Zabbix.

“Otimizamos nosso tempo de atendimento, disponibilidade dos serviços e SLA com as demais áreas e unidades de negócio”, completa o executivo.

A implementação levou em torno de 90 dias e envolveu profissionais de TI do Grupo Herval e Unirede.

Por geralmente duas semanas, relembra Alves, um técnico fica na empresa acompanhando o monitoramento dos objetos. Esse modelo é chamado pela Unirede de implantação assistida.

“A empresa ganha um especialista que faz a implementação para transferir e implantar a tecnologia”, explica Alves.

Não foram revelados os valores da implantação.

Sediada em Dois Irmãos, a Herval atua em linhas de negócios, que vão de colchões a móveis planejados, passando por lojas da Apple, com previsão de faturamento de R$ 1,2 bilhão para 2011.

No início de junho, o Grupo Herval comprou a caxiense TVD, revenda da HP atuante tanto no mercado corporativo como no de consumidor final, por meio de HP Stores localizadas em Porto Alegre, Caxias do Sul e Curitiba.

Além das divisões de equipamentos eletrônicos, o grupo inclui a construtora H Lar, a HS Consórcios, HS Financeira, HS Seguros, H Química, Herval Móveis e Colchões, Herval Pneus, entre outras.