Ervin Rezelman, presidente do SAP Labs Latin America

O SAP Labs Latin America – nova denominação do SAP Labs Brasil, fundado há quatro anos em São Leopoldo – vai abrir as portas para parceiros de desenvolvimento nos próximos meses.

De acordo com o presidente do centro de suporte e desenvolvimento da SAP, Ervin Rezelman, a ideia é chegar em fevereiro de 2011 com 15 empresas criando novas soluções em colaboração dentro do que será chamado Co-Inovation Lab.

Hoje, já trabalham em parceria com a multinacional no centro a Stefanini, Meta e HCL. Pesquisas também são realizadas com a Unisinos, Ufrgs e USP.

O foco do Co-Inovation Lab será os setores bancário, saúde e agricultura. “Essas são áreas nas quais o Brasil pode ditar standarts mundiais”, acredita Rezelman. Todas as atuais parcerias têm sede no Tecnosinos, mas a nova fase terá alcance em toda América Latina.

O executivo holandês destaca o peso do setor agrícola na economia brasileira, o desenvolvimento da tecnologia em um setor bancário que está entrando em expansão internacional e a necessidade de mais integração e eficiência na área de saúde.

Para formar mais mão de obra devem ser assinados três novos convênios com universidades, nos moldes do hoje existente com a Unisinos. Hoje trabalham no local 316 colaboradores, a grande maioria jovens de cursos de exatas aos quais a SAP forma nas suas tecnologias

Rezelman não revela com quem negocia, mas o SAP Labs já realizou palestras e atividades na PUC-RS, Ufrgs e Ulbra.

Para dar conta do crescimento previsto nas operações, Rezelman já submeteu à sede da SAP na Alemanha o plano de negócios da fase II da operação. A meta é chegar a 800 pessoas até 2015.

Conforme o Baguete Diário havia adiantado há um mês, será construído um novo prédio idêntico ao atual na área reservada no campus da Unisinos. Enquanto as obras não ficam prontas, a multinacional alugará salas nos prédios disponíveis no parque tecnológico.

Pelos planos de Rezelman, o novo prédio estará pronto em 2012 e contará com 430 posições de trabalho, refeitório e uma creche para crianças de até três anos.

O executivo faz questão de destacar que o plano ainda está pendente de aprovação, mas uma olhada nos planos da multinacional para o Brasil deixa bastante claro que serão.

A SAP já divulgou metas de triplicar seus negócios no país nos próximos três anos – o que, de acordo com Rezelman, fará a empresa um negócio bilionário no Brasil – e, além disso, lançou a versão latino americana do ERP SaaS Business by Design, cujo suporte será feito no SAP Labs Latin America.