O Rio Grande do Sul é o quarto colocado no ranking nacional dos estados com maiores prejuízos devido à pirataria na área de informática.

É o que indica um estudo do IDC, segundo o qual em 2008 a região perdeu cerca de R$ 213 milhões devido a este tipo de crime.

Para combater a pirataria no estado, a ABES atua em conjunto com autoridades locais em ações anti-fraude. Somente no segundo semestre de 2009 foram realizadas três destas ações na região, com apreensão de mais de 50 mídias, além de quatro CPUs.