Tamanho da fonte: -A+A

A uruguaia Arkano Software, especializada em portais, ferramentas de inteligência, mobilidade e integração de aplicações com tecnologia Microsoft, acaba de abrir um escritório em Porto Alegre.

O foco da operação serão soluções para a gestão de investimento de capital focadas nos segmentos de energia, mineração, petróleo e celulose.

É a primeira filial fora do Uruguai da empresa, que já atuava com projetos no país e no Chile, Argentina, Colômbia e Equador.

A meta é que o Brasil salte dos atuais 8% do faturamento para 25% no final de 2011. A Arkano deve faturar US$ 700 mil neste ano, alta de 86% frente a 2009.

A empresa tem clientes como Grupo ASSA Argentina e Banco Lloyds. Em parceria com a Microsoft nos principais bancos chilenos e na estatal uruguaia de energia, a UTE.

“Encontramos uma abertura muito boa de várias empresas para trabalhar em conjunto, como por exemplo, com a Conectt”, comenta o diretor executivo da Arkano, Juan Suárez, destacando a possibilidade atuação conjunta em projetos internacionais.

A operação brasileira é comanda por Mauro Bornia. “A vinda da Arkano começou a ser costurada em 2008, em uma missão de empresários gaúchos”, revela Bornia, fazendo menção a uma missão organizada por Assespro-RS, Softsul e Seprorgs.