A VMware Inc, líder global em virtualização e infraestrutura de nuvem, faturou US$ 2,9 bilhões em 2010, aumento de 41% sobre o ano anterior. No quarto trimestre, o faturamento de US$ 836 milhões, um aumento de 37% com relação ao quarto trimestre de 2009.

O lucro líquido no ano passado foi de US$ 357 milhões, ou US$ 0,84 por ação diluída. Em 2009, o resultado foi de US$ 197 milhões, ou US$ 0,49 por ação diluída.

Com licenças, o faturamento no ano passado foi de US$1,4 bilhão, um aumento de 36% com relação a 2009.

O faturamento com serviços, que inclui manutenção de software e serviços profissionais, foi de US$1,5 bilhão, um aumento de 46% com relação a 2009.

“A VMware se beneficiou claramente no quarto trimestre de um aumento nos gastos e do bom momento da virtualização como a tecnologia central para modernizar infraestruturas”, afirma Paul Maritz, presidente e CEO da empresa.

Segundo Mark Peek, CFO, a empresa deve continuar investindo em 2011, procurando aproveitar as vantagens da mudança de geração que está ocorrendo em TI.

A previsão de faturamento já para o primeiro trimestre de 2011 é de US$ 800 milhões a US$820 milhões, um aumento de 26% a 29% com relação ao primeiro trimestre de 2010.

No ano, a empresa espera chegar aos US$ 3,55 bilhões, um aumento de 24% com relação a 2010.

Focada em soluções de virtualização e infraestrutura, a Vmware tem mais de 190 mil clientes e 25 mil parceiros. A matriz da VMware está localizada no Vale do Silício e tem escritórios no mundo todo.