Depois de seis meses da implantação em Rio do Sul, o Fly e-Nota, solução da Betha Sistemas, contabiliza mais de 80 mil notas emitidas, somando mais de R$ 68 milhões.

O município catarinense é cidade-modelo do software, segundo dados divulgados pela Betha, que tem sede em Criciúma e, há pouco, tornou-se MPS.Br nível G.

Conforme o secretário da Fazenda de Rio do Sul, Eugênio Vicenzi, a adoção da solução da companhia trouxe avanços aos processos fiscais da gestão pública municipal.

“É um processo novo, uma filosofia nova. Rio do Sul é considerada referência quando o assunto é TI”, afirma Vicenzi.

O secretário destaca que o Fly e-Nota facilitou a tarefa não só de emissão, como também de controle, das notas emitidas pelos fornecedores da prefeitura do município catarinense.

“Hoje, o prestador de serviços pode emitir notas fiscais diretamente pela internet, sem a necessidade de utilizar blocos de papel”, afirma Vicenzi.

Especializada em software para gestão pública, a Betha conta com uma rede de mais de 35 canais em todo o país, em estados como Bahia, Pernambuco, Paraná, São Paulo, Goiás e Alagoas.

A carteira de clientes da companhia passa dos 1 mil nomes, somando mais de 28 mil usuários.