Leite engorda negócios da Datacoper

28/04/2011 16:25

A TI é uma aliada do setor agrícola tanto quanto defensivos ou adubo já faz tempo.

E é neste filão que aposta a paranaense Datacoper, sediada em Cascavel, para aumentar em 60% sua base instalada de sistemas em 2011.

Tamanho da fonte: -A+A

A TI é uma aliada do setor agrícola tanto quanto defensivos ou adubo já faz tempo.

E é neste filão que aposta a paranaense Datacoper, sediada em Cascavel, para aumentar em 60% sua base instalada de sistemas em 2011.

Especializada em ERP, NF-e, CRM e BI, a empresa pretende conquistar ao menos 130 novos clientes, que se somarão aos cerca de 200 já atendidos, só com as duas últimas linhas de produtos – para a última, inclusive, criou até uma empresa específica, a Vistra Software.

A aposta de crescimento também está em lançamentos: a empresa, que no ano passado faturou R$ 4,9 milhões, alta de 7,5% sobre 2009, e expandiu a carteira em 26%, anuncia um novo módulo de seu sistema de gestão para agribusiness.

A novidade é focada especificamente no setor leiteiro, atendendo tanto a produtores quanto a cooperativas.

O “módulo de leite” do ERP da Datacoper nasceu a partir de necessidades apresentadas por atuais clientes, que incluem cooperativas, frigoríficos e revendas, e permite quantificar, qualificar e precificar a produção do item.

O gerente da fábrica de software da Datacoper, Paulo Antiquera, conta que a novidade já conquistou clientes. Entre eles, a Cooperalfa - Cooperativa Agroindustrial Alfa, que opera em Santa Catarina e no Paraná.

A instituição, que já usava software da empresa cascavelense para controle de produtividade no campo via celular, adotou o novo módulo visando a aumentar a velocidade nos procedimentos ligados à área leiteira.

Entretanto, conforme o coordenador de Projetos de TI da cooperativa, Fabio Junior Bocassanta, o ganho foi bem maior.

“Tivemos a oportunidade de rever os processos de negócio da atividade e estabelecer novos controles, como, por exemplo, a apuração do fechamento mensal da produção recebida, com regras bem definidas”, relata o executivo.

Ele destaca, entre os recursos do módulo, o de Análise de Qualidade, que estabelece avaliações e padrões determinantes no estabelecimento do preço do leite.

“Já que a presença de água ou de medicamento diminuem a qualidade do produto, o valor repassado será menor. Ou, quanto maior  a quantidade de gordura, melhor o produtor é remunerado”, detalha Antiquera.

Além disso, conforme o gerente da Datacoper, a ferramenta auxilia não só quem recebe, processa e revende o leite, mas também o profissional da ponta, que cuida da ordenha à entrega do insumo: o produtor rural.

Neste caso, ele recebe, a cada romaneio (procedimento usado entre matrizes e filiais para a transferência de produtos em estoque) a análise do material, com leituras diárias que especificam fatores de qualidade.

“Assim, o produtor pode melhorar a qualidade do leite e, consequentemente, ganhar mais. É um incentivo à qualidade”, complementa Antiquera.

Justo e notificado
A solução passa, ainda, por recursos de nota fiscal.

Após a emissão do documento, há a possibilidade de o produtor pedir uma segunda avaliação da sua produção, na qual a cooperativa poderá efetuar os ajustes de pagamento e emitir uma nova nota ou uma nota complementar, se houver necessidade.

Para breve, a Datacoper promete ainda mais recursos para o módulo, como funções para PDAs, por exemplo, o que poderá facilitar muito a vida de quem lida no campo.

“Queremos automatizar a coleta da produção de leite com PDA, que hoje é feita manualmente pelo transportador e, posteriormente, tem seus dados digitados no sistema”, explica Antiquera. “Também queremos possibilitar a consulta de dados do sistema na Internet”, projeta.

E não será a primeira aposta da companhia paranaense em mobilidade: hoje, sua ferramenta de CRM já tem versão móbile.

Muito além do leite
A clientela da Datacoper se estende pelos estados do Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás e Minas Gerais.

Além disso, há clientes de suas soluções também no Paraguai.

A empresa de Cascavel emprega 106 colaboradores e está entre as 20 melhores para se trabalhar no Paraná, segundo dados de estudo realizado pelo Instituto Great Place to Work no ano passado.

Veja também

Agro Bom Jesus: TI é força do agronegócio!

A Cooperativa Agroindustrial Bom Jesus, de Lapa-PR, aposta na TI para atuar junto a cerca de 3,7 mil associados em mais de dez cidades, gerindo o recebimento e distribuição de cereais e insumos, além de administrar um faturamento anual de cerca de R$ 250 milhões.

Seis de TI no ranking das 20 melhores do PR

Seis empresas de Tecnologia da Informação estão entre as 20 melhores para se trabalhar no Paraná. É o que aponta um estudo realizado pelo Instituto Great Place to Work.

As avaliações foram elaboradas a partir de uma análise das práticas de recursos humanos, que incluíram inovação, gestão, sustentabilidade, marketing interno, entre outras.

Com Digibase, satélite ajuda agronegócio

A Digibase, especializada em bases de dados geográficos, lança a Solução Verde, para monitoramento de áreas agrícolas e gestão da produção de alimentos.

A solução utiliza a base de imagens de satélite da Digibase para dar ao usuário informações sobre biomassa, tamanho de áreas de cultura agrícola, fases de crescimento e colheita, dados de cobertura de solo e mudanças ocorridas nas áreas plantadas, entre outras.

SPRO, Maxicon e SAP: foco no agronegócio

A curitibana SPRO IT Solutions lança o SPROMaxys, solução voltada ao mercado de agronegócio, com foco no segmento de grãos. Conforme a companhia, é o primeiro sistema específico para este segmento que permite integração com o ERP SAP.

Agronegócio: TI brasileira vai ao México
Totvs, Biosalc e Nexo CS serão as três representantes da vertical brasileira de Agronegócios do Projeto Brazil IT (PSI-SW) a participarem da missão comercial organizada pela Softex/Apex-Brasil ao México.
ERP Maxys gere R$ 4 bi em agronegócios/ano
A Maxicon, empresa de Toledo-PR especializada em soluções para o agronegócio, projeta um crescimento de 30% para 2009.

A empresa, que comemora dez anos de mercado, baseia a projeção nos bons resultados dos últimos tempos: hoje, a companhia soma, por exemplo, 1,2 mil usuários diretos de seus sistemas, que são utilizados para a gestão de aproximadamente 4,8% de toda produção de soja do Brasil
CPM Braxis mira o agronegócio
A CPM Braxis lança um portfólio de soluções focado nas empresas de toda a cadeia produtiva dos setores agrícola e pecuarista.

As ferramentas, desenvolvidas a partir de experiências da companhia no atendimento de grandes clientes do agribusiness, atendem a todo o ciclo produtivo das companhias - sejam processos industriais, de campo ou back Office.
Ceagro implanta ERP S4 da Sidicom

A Ceagro, empresa de Camaquã que atua no ramo de defensivos agrícolas,  implantou o ERP S4 da porto-alegrense Sidicom Sofware.

O software disponibiliza informações específicas para cada setor, consolidadas para análise gerencial, com recursos para gestão de prospecção de clientes, vendas, contatos de cobrança, análise de resultados, entre outros.

Dígitro substitui rede de satélite da Agropalma

O Grupo Agropalma, produtor de óleos comestíveis controlado pelo Banco Alfa, acaba de adotar uma solução de redes convergentes da Dígitro, provedora de soluções para TIC.

A aplicação unifica todos os serviços de voz e dados de duas empresas do grupo - a Agropalma S/A e a Companhia Refinadora da Amazônia - através da utilização de roteadores, com suporte a serviços e um link terrestre.

Sidicom: ERP para agropecuárias gaúchas

A porto-alegrense PES Comércio e Representações e a canoense Agropecuária Tabaí, ambas empresas do ramo da agropecuária, acabam de implantar o ERP S4 da Sidicom Software.

BrasilAgro acessa SAP via BlackBerry

A BrasilAgro, especializada em negócios de aquisição e desenvolvimento de propriedades agrícolas, acaba de adotar, para os BlackBerrys de todos os seus executivos, um aplicativo integrado ao SAP, desenvolvido com sobre o Navita Móbile, plataforma da Navita para criação de aplicações para o smartphone da RIM.