A Scopus Tecnologia anuncia o reforço de sua área de desenvolvimento de aplicações com o estabelecimento, em Uberlândia, de uma equipe de mais de 150 pessoas para atuar no segmento.

O time reforça a área de engenharia da Scopus, formada por mais de 200 profissionais distribuídos entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Com o investimento nas contratações, a meta da empresa é ampliar a capacidade de entrega e o leque de ofertas.

A unidade de Desenvolvimento de Aplicações da Scopus atua em soluções voltadas principalmente para Internet, segurança da informação e, mais recentemente, mobilidade.

Entre as ferramentas desenvolvidas destacam-se o que, segundo a companhia, foi o primeiro internet banking com padrões internacionais de segurança do Brasil, lançado pelo Bradesco em 1996.

Também compõem o portfólio da área o primeiro portal de compras pela Internet do país, ShopFácil, no ar há dez anos; e a nova versão do módulo de segurança do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), incorporando os novos algoritmos selecionados pelo Banco Central em 2010.

Já em mobilidade os projetos iniciaram em 2005, com produtos como o Mobile Token, aplicativo para celular que funciona como gerador de senhas numéricas, e o DDA (Débito Direto Autorizado), com autorização via SMS, ambos lançados pelo Bradesco.

A Scopus tem matriz em Pirituba-SP e 151 pontos próprios de atendimento em todo o país.

Recentemente, a companhia conquistou o CMMI 2, avaliada pela Crest Consulting, em um processo que envolveu seis projetos executados pela unidade de soluções.

“Com essa conquista, nos colocamos no mesmo patamar das maiores empresas de tecnologia do mundo, ao alinhar processos aos requisitos desse modelo consagrado em mais de 70 países”, afirma Paulo José Carignani, diretor de Projetos da Scopus.

A companhia atua, ainda, em suporte a hardware e software, além de gerenciamento de infraestrutura de TI.
 
No total, a Scopus emprega mais de três mil colaboradores, distribuídos em todo o território brasileiro, atendendo a cerca de 300 mil chamados remotos mensalmente e mantendo uma média de 35 mil horas de desenvolvimento/mês.