Araquen Pagotto, diretor de Operações Small Business da Totvs.

A Totvs quer fechar o ano com entre 300 e 500 novos distribuidores para os softwares de gestão para micro e pequenas empresas da linha Série 1.

O objetivo da empresa é adotar na venda de ERPs o modelo de venda porta a porta, chegando a ter um dos chamados  Ponto de Venda Totvs em cada um dos mais de 5,5 mil municípios do país. Até o final de 2012, a expectativa é já ter entre 2 e 2,5 mil.

“É uma oportunidade para pequenos empreendedores e lojas que vendem hardware, equipamentos e suprimentos de automação comercial”, comenta Araquen Pagotto, diretor de Operações Small Business da Totvs.

Quem comercializar o PVT terá o direito a acessar o by You, a nova rede social corporativa da empresa, além de cursos de e-learning e material de apoio para as vendas.

Os alvos são pequenas lojas, manufaturas, confecções, escritórios de advocacia e outros negócios que são obrigados por lei a usar impressoras fiscais ou comprar produtos de informática, mas não fazem uso de softwares de gestão, administrando o negócio com planilhas ou pequenas soluções caseiras.

A oferta de preço é agressiva. Na modalidade de software como serviço, no qual a Série 1 já tem soluções para o segmento de manufatura e jurídico – as versões para varejo e saúde devem sair até o final do ano – o custo por mês por usuário é R$ 99.

Pagotto não abre as metas totais de vendas para os novos canais, mas revela que a expectativa da Totvs é que eles façam entre uma e duas novas vendas por mês no primeiro ano, chegando a quatro ou cinco dentro de um ano.

Caso as previsões do executivo se concretizem totalmente, 500 canais cadastrados neste ano poderiam gerar 36 mil novos clientes até o final de 2012, sem contar o desempenho dos novos parceiros agregados ao longo do ano.

Segundo os dados do Sebrae, o mercado de micro e pequenas empresas de serviços, comércio e indústria somam mais de 1,3  milhão de estabelecimentos desse porte.

A novidade representa um avanço da Totvs sobre o fragmentado mercado de pequenas empresas, onde a empresa já detém uma liderança folgada no país entre os maiores do segmento.

Dados da FGV apontam que em companhias com entre 30 a 160 teclados – muito acima do perfil médio de um usuário da Série 1 – a Totvs tem uma participação de mercado de 54%, contra 8% da SAP e da Oracle.

A Totvs apresentou uma receita líquida de R$ 305 milhões no primeiro trimestre, encerrado em março, com crescimento de 17,1% sobre o mesmo período do ano passado. O lucro líquido consolidado foi de R$ 33,6 milhões, o que representa um aumento de 20,5%. O número de funcionários supera 5 mil.