A HP cortou pela metade o time de desenvolvedores do webOS, plataforma móvel adquira com a Palm em abril de 2010.

Segundo notícia publicada pelo blog Business Insider 275 pessoas foram retiradas da equipe, que no início do ano era formada por 600 profissionais.

Os funcionários retirados da equipe do webOS estão sendo realocados em outros postos de trabalho.

De acordo com as informações, a maioria das reduções de postos de trabalho envolveu equipe de tecnologia (engenharia), controle de qualidade e desenvolvimento de negócios.

Recentemente, a HP colocou o webOS como um projeto de código aberto, e não pretende fabricar tablets por conta própria para usar o sistema operacional.

Uma declaração oficial da HP, segundo o Business Insider, diz que “na medida em que o webOS continua sua transição para o código aberto e a empresa deixa de fabricar equipamentos móveis para ele, não há mais necessidade de manter equipes de engenharia e similares no time”.