Luis Carlos Nacif, diretor geral da Microcity

A Microcity, especializada em outsourcing de infraestrutura de TI de LAN e desktops, adquiriu 70% da Eclipse, focada em serviços de suporte e manutenção de infraestrutura, serviços de missão crítica, network, migração de plataforma e bodyshop.
 
A iniciativa incorpora cerca de R$ 15 milhões ao faturamento da Microcity e faz parte da estratégia de crescimento da empresa para atingir, em cinco anos, receita de R$ 500 milhões.

Luis Carlos Nacif, diretor geral da Microcity, comenta como foi a escolha pela Eclipse.

“Buscávamos uma empresa com grande know-how em serviços de TI, e a Eclipse foi a que mais se encaixou no nosso modelo”, destaca ele.

Com sede em São Paulo e 16 anos de atuação em todo o território nacional, a Eclipse atende a clientes como Siemens, HP/EDS, Lexmark, Tivit e CPM Braxis, empregando mais de 300 funcionários.
 
O presidente da companhia adquirida, Clovis Bezerra da Silva, explica que, atualmente, o SLA médio da empresa gira em torno de 95%.
 
“Com a aquisição, melhoramos nosso posicionamento na área de serviços em São Paulo e ficamos mais competitivos”, destaca o executivo.

Já Nacif lembra, ainda, que com a compra a logística de serviços para atender ao mercado local, antes concentrada em Belo Horizonte, será feita localmente, o que reduzirá os custos da Microcity em 20%.

Para o próximo ano, segundo o executivo, mais duas aquisições estão nos planos da companhia.

“Será um período de grandes mudanças que vão tornar a Microcity mais forte em todas as regiões do Brasil”, conclui Nacif.
 
Recentemente, a Microcity foi, pela quinta vez consecutiva, apontada pelo Anuário Série de Estudos/Outsourcing, como a maior empresa de terceirização de lans e desktops do mercado brasileiro, com 17,1% de market share, com uma base própria instalada de mais de 180 mil equipamentos.
 
A companhia é sediada em Nova Lima, na Grande Belo Horizonte.