A espanhola Indra encerrou 2010 com lucro líquido de € 189 milhões, crescimento em torno de 10% sobre o ano anterior.

Conforme comunicado da companhia à CNMV, o lucro reportado exclui gastos extraordinários avaliados em € 33 milhões.

No ano passado, as vendas da empresa no mercado espanhol tiveram redução de 3%.

Já a margem de EBIT recorrente (antes dos gastos extraordinários) ficou em 11,2%, pouco abaixo do ano anterior, quando atingiu 11,4%.

Para 2011, a empresa projeta um crescimento de vendas acima de 2%, atingindo € 2.557 milhões, já prevendo que os mercados internacionais se expandam a “taxas significativas” e o “mercado nacional (Espanha) terá comportamento ligeiramente negativo”.

Segundo a projeção divulgada pela Indra, as vendas internacionais alcançarão 40% do total, crescendo 10%.

Para a margem EBIT deste ano, a previsão da companhia é de pelo menos 10,5%.