A Max3D anuncia a disponibilidade do SolidWorks Sustainability, software que permite avaliar o impacto ambiental de produtos ainda na fase de projeto dos mesmos.

A solução fornece feedback em tempo real das ações de emissão de carbono, consumo total de energia e efeitos gerados pelos produtos sobre recursos como água e ar.

Com a ferramenta, é possível realizar a ACV (Avaliação do Ciclo de Vida) em peças ou conjuntos, buscando materiais comparáveis e observando de que maneira afetam o ambiente. Além disso, a solução cria relatórios detalhados que explicam a sustentabilidade de um projeto.

“Utilizando o SolidWorks Sustainability, o cliente usufruirá da inteligência ambiental para tomar decisões mais informadas sobre quais os materiais utilizar e ainda ver como a região específica (material, fabricação, utilização e eliminação) afetará o ciclo de vida do produto, antes mesmo do início de sua fabricação”, explica o diretor da Max3D, Nilo Guimarães.

Parceira da SolidWorks, a empresa de São Leopoldo conta com escritórios também em Porto Alegre e Caxias do Sul. Para 2010, a meta da companhia é crescer 30%, além de agregar em torno de 100 novos nomes à carteira atual de 400 clientes ativos.

A equipe da Max3D conta hoje com 45 colaboradores, além de uma gerência Comercial para Paraná e Santa Catarina, comandada por Adriano Schulz, profissional com passagem pela HP e também por uma revenda Solidworks em São Paulo.

Ainda para atuação nos dois estados, a empresa leopoldense contratou recentemente quatro novos consultores de vendas.

Só a contribuição das operações no Paraná e Santa Catarina corresponde a 30% da receita total da Max3D, e a previsão é que venham a atingir 50% do faturamento bruto.